Cotidiano

Cientistas descobrem o planeta mais distante do sistema solar

O objeto estaria de 5,7 bilhões a 14,6 bilhões de quilômetros do Sol

diario da manha

Batizado com o nome V774104, o novo planeta tem órbita entre 500 à mil quilômetros de extensão. Estudos mais profundos ainda serão realizados para descobrir o tamanho da sua órbita em torno do Sol.

A equipe responsável pelo achado é coordenada por Scott Sheppard, da Instituição Carnegie para Ciência e Chad Trujillo, do Observatório Gemini no Havaí. “Não conseguimos explicar as órbitas desses objetos a partir do que sabemos sobre o Sistema Solar”, disse Sheppard em entrevista à revista Science. Foi durante o 47º Encontro Anual da Sociedade Americana de Astronomia – Divisão para Ciências Planetárias, que os astrônomos divulgaram a informação do mais longínquo planeta do sistema solar.

Supõe-se que a distância em que se encontra estes planetas como o V774104, foi em detrimento de um planeta, já expulso do nosso sistema solar, que acabou arrastando para longe estes objetos através da sua órbita gravitacional. Algo que teria se passado no início de suas formações.

Outra teoria explica que os fatores mais prováveis são que uma estrela, da mesma origem do Sol, teria roubado e distanciado tais planetas, isso cerca de 4,6 bilhões de anos atrás.

Comentários