Cotidiano

Interpol encontra pais de menino morto dentro de freezer

Os casal estava na parte costeira da Tanzânia

diario da manha

A pedido da polícia brasileira, a Interpol tomou frente do caso de Ezra Liam Joshua Finck, o garoto encontrado morto dentro de um freezer no dia 4 de setembro deste ano, em São Paulo. A organização internacional prendeu o casal no distrito de Bagamoyo, região costeira da Tanzânia, nesta quarta-feira, 25.

Mzee Shabani, pai da vítima e Lee Ann Finck, a mãe, foram encontrados no país de origem dela. O casal era procurado pelo assassinato do filho Ezra, de 5 anos, em um apartamento em São Paulo. A polícia começou as buscas a partir das gravações das câmeras de segurança do aeroporto de Guarulhos, um dia antes do corpo do menino ser descoberto.

Mazee e Lee serão indiciados pelas autoridades de São Paulo por homicídio triplamente qualificado, considerando: motivo fútil, meio cruel e recurso que impossibilita a defesa da vítima.

Localizado na África do Sul, o tio de Ezra foi intimado a reconhecer o corpo, mas não compareceu. Após 25 dias de espera, a vítima foi enterrada na zona leste da capital paulista.

O casal Mazee e Lee devem ser extraditados ao Brasil para que possam ser julgados conforme as leis do país.

Comentários

Mais de Cotidiano