Cotidiano

Ferramenta é usada para aprimorar transparência na administração

diario da manha

O governador Marconi Perillo lançou, na tarde de hoje, em evento na Sala de Situação do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, a ferramenta Assistente Virtual (ATV), cuja finalidade é aprimorar e facilitar o acesso do cidadão às informações sobre o poder público estadual.

O ATV é operacionalizado no Portal da Transparência do Governo de Goiás ( www.transparencia.go.gov.br ), e coordenado pela Controladoria Geral do Estado (CGE). Trata-se de uma ferramenta pioneira na administração pública do país.

Ao acessar o Portal da Transparência, o cidadão terá à sua disposição, a partir de hoje, três avatares (Cora, Beto e Tina) aos quais poderá fazer perguntas durante 24 horas por dia sobre quaisquer temas da administração estadual cujos conteúdos sejam preexistentes no Portal da Transparência.

As respostas são instantâneas, e o cidadão poderá avaliar se obteve o resultado desejado. Caso o sistema não disponha a informação completa no momento solicitado, o questionamento é encaminhado a uma central da CGE que se encarregará de responder ao solicitante.

“O cidadão não ficará sem resposta. Estamos inaugurando um novo momento de relacionamento com a sociedade”, afirmou o secretário-chefe da Controladoria Geral do Estado, Adauto Barbosa.

O cidadão também poderá utilizar a ferramenta de comunicação para fazer denúncias. Ao invés de enviar perguntas, pode solicitar canais para fazer denúncias, ao que terá à sua disposição os mecanismos necessários para fazê-la.

Goiás ocupa o 1º lugar no Ranking da Transparência da Controladoria-Geral da União. O governador lembrou que ainda no início da administração passada, tinha a meta de cumprir os princípios básicos e fundamentais do Estado, que estão englobados na transparência.

“Fico extremamente contente ao perceber que as nossas determinações têm sido levadas muito a sério”, afirmou. Para ele, na medida em que os governos se dispõem a enfrentar efetivamente a questão da transparência, não sobrará lugar para atos que desvirtuem os princípios da administração básica.

MUDANÇA

“O Brasil está mudando radicalmente; mudando porque suas instituições são fortes e democráticas, o Poder Judiciário e Ministério Público atuantes; a imprensa cada vez mais livre, e diversos governos começaram a levar a sério a Lei da Transparência nas contas dos estados. Na medida em que nós nos esforçamos, cobrando que figuremos em um tempo não tão distante em primeiro lugar em todos os rankings de transparência do país, e na medida em que vários governos se dispõem a enfrentar efetivamente a questão da transparência, não vai sobrar lugar para atos que desvirtuem os princípios da administração básica; para iniciativas de corrupção, de desvios de recursos”, declarou.

Marconi ressaltou que os cidadãos têm cada vez mais curiosidade de saber como está a administração, de participarem ativamente do desenvolvimento do governo. “A consciência cidadã também vai crescendo e vamos dando lugar a outro tipo de Estado. O Brasil mudou muito e nós do Governo de Goiás estamos dando nossa contribuição”, afirmou, acrescentando que nada de governo nenhum deve ficar escondido.

Comentários

Mais de Cotidiano