Cotidiano

Vídeo de tortura é encontrado com estudante de direito

diario da manha

A Polícia Civil de Goiás investiga as imagens de um vídeo em que aparecem cenas de tortura supostamente protagonizada pelo estudante de direito Frederico Veiga Pedreiro, 23, e uma vítima não identificada.

O jovem foi detido na noite de segunda-feira, 28, com uma pistola calibre 40 na cintura.

Nas imagens, encontradas em um computador de Frederico, ele aponta a arma para a vítima e manda ajoelhar: “Ajoelha se não você morre. Qual o nome do cara que tem um cano lá?”.

A conversa entre os dois ocorre em torno de uma arma.

Frederico foi preso por suposto comércio ilegal e posse de arma de fogo de uso restrito.

A detenção ocorreu no prédio onde Frederico reside com sua família, no Setor Oeste.

O DM não conseguiu contato com o advogado do suspeito nem com familiares. Moradores do prédio informaram que o jovem tem conduta normal, já fez curso de  Gestão em Segurança Pública e demonstra interesse em seguir carreira de policial.

O Grupo de Radiopatrulha Aérea da PM (Graer), responsável pela detenção, informa que as imagens da suposta tortura foi encontrada no computador de Frederico.

A PM acredita que  o jovem desejava reaver sua arma no momento em que abordou a vítima.

Comentários

Mais de Cotidiano