Cotidiano

Justiça decide manter internação de menor que matou dois colegas e feriu quatro em escola de Goiânia

diario da manha

O adolescente de 14 anos que atirou e matou 2 colegas de sala, irá permanecer internado por até três anos. A decisão foi tomada na manhã desta terça-feira (28/11) no Juizado da Infância e Juventude de Goiânia.

Na audiência foram ouvidas quatro testemunhas, o adolescente não foi ouvido pois já havia prestado depoimento no dia 27 de outubro.

“Foi feita a inquirição das testemunhas, defesa e promotoria falaram e a juíza sentenciou a internação mais grave, de até de 3 anos, com esta reavaliação periódica, além do acompanhamento psiquiátrico.”

Em todo o período de internação o adolescente terá acompanhamento psiquiátrico e a pena será reavaliada semestralmente.

Tragédia

A tragédia aconteceu no dia 20 de outubro, durante o intervalo, o jovem que pegou a arma escondida da mãe realizou vários disparos dentro da sala. Dois colegas de sala, João Pedro Calembo e João Vitor Gomes vieram a óbito.

Outros quatro adolescentes se feriram: Hyago Marques, Laura Fleury, Marcela Macedo, e Lara Fleury. Todos têm entre 13 e 14 anos.

O autor dos disparos declarou que a motivação do crime teria sido o bullying que sofria na escola.

Comentários