Cotidiano

CUT inaugura Rádio do Trabalhador

diario da manha
Foto:divulgação

Os sindicatos filiados à CUT­-GO passam a contar com um novo sistema de comunicação, trata-se da Rádio do Trabalha­dor. O estúdio da rádio, que funciona através da internet, está localizado na sede da Cen­tral Única dos Trabalhadores, na Rua 70, no centro. De acordo com o presidente da CUT-GO, Mauro Rubem, “a comunicação é uma ferramenta fundamental para travar a disputa de ideias na sociedade e fortalecer as lu­tas populares. Em tempos de golpe e graves retrocessos como o período atual, então, ela é im­prescindível”, frisa. A partir des­ta sexta (8) entra no ar, das 10 às 11 horas, o programa diário Antena Ligada, uma realização da Rede CUT de Comunicação, com a locução do jornalista Ro­berto Nunes. Para o secretário nacional de Comunicação da CUT, Roni Barbosa, a rádio será mais um instrumento para de­fender os direitos da classe tra­balhadora e também de pres­são junto aos parlamentares que estão aprovando as refor­mas do governo golpista.

Mais de 50 dirigentes sindi­cais prestigiaram o lançamen­to do novo veículo de comuni­cação do meio sindical. Café da manhã marcou inauguração do estúdio da Rádio Trabalhador. Entre os sindicatos parceiros do projeto estão o Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Úni­co de Saúde de Goiás (Sindsaú­de), Sindicato dos Trabalhado­res no Serviço Público Federal no Estado de Goiás (Sintsep), Sindicato dos Trabalhadores Fe­derais em Saúde e Previdência (Sintfesp), Sindicato dos Fun­cionários da Fiscalização Mu­nicipal de Goiânia (Sindiffisc), Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Goiás (Sinfar), Sindi­cato dos Odontologistas no Esta­do de Goiás (Soego), Federação dos Trabalhadores na Agricultu­ra do Estado de Goiás (Fetaeg) e Sindicato dos Trabalhadores na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e suas Concessio­nárias, Permissionárias, Fran­queadas, Coligadas e Subsidiá­rias no Estado de Goiás (Sintect) e Sintego (Sindicato dos Traba­lhadores em Educação no Esta­do de Goiás).

O Movimento dos Trabalha­dores Rurais Sem Terra (MST) e a Central de Movimentos Popu­lar (CMP), assim como o Depar­tamento Intersindical de Estatís­tica e Estudos Socioeconômicos (Dieese) também prestigiaram a inauguração. Beth Cerqueira, da coordenação do MST em Goiás, presenteou a RT com a rádio­novela sobre a vida da militan­te revolucionária Rosa Luxem­burgo. “A CUT e seus sindicatos ficaram do nosso lado quan­do prenderam nossos compa­nheiros e tentaram criminali­zar nossa organização. Estou muito feliz com essa conquis­ta da classe trabalhadora, a Rá­dio Trabalhador”, afirmou.

 

Comentários

Mais de Cotidiano