Cotidiano

Em panfleto, supermercado afirma que casamento homossexual é 'paixão infame' e 'erro’ 

diario da manha

A rede de supermercados Hirota, em São Paulo, causou polêmica nas redes sociais nesta terça-feira (19/12) ao distribuir panfletos em que faz duras críticas à relação homossexual. O texto afirma que a união está na “na contramão do propósito divino.” Em um trecho a publicação diz que a homoafetividade “é antinatural, um erro, uma paixão infame, uma distorção da criação.”

Aproximadamente 10 mil exemplares foram distribuídos nas filiais da companhia no início de dezembro, em homenagem ao mês da família. O folheto comenta a respeito do casamento e das relações familiares. Ainda segundo a cartilha, a mulher deve ser submissa ao marido.

“A mulher deve ser submissa ao seu próprio marido e não ao gênero masculino. Submissão ao marido não é a esposa ser desprovida de vez e voz. A mulher não é capacho do marido nem escrava dele. Mas o que é a submissão? É a esposa ter uma missão sob a missão do marido. É reconhecer que Deus colocou o marido como cabeça da esposa, da mesma forma que Deus é a cabeça de Cristo. A submissão da mulher a seu marido é sua liberdade, pois ela deve ser submissa ao seu marido como a igreja é a Cristo. A submissão da esposa a seu marido é sua felicidade e segurança”, afirma um trecho.

Por meio de nota, a Hirota Food Supermercados informou que lamenta o transtorno causado pela distribuição dos folhetos, além disso disse que não tem preconceito. “Reiteramos que em momento algum tivemos a intenção de polemizar, ofender ou discriminar qualquer forma de amor. Em nossos valores não há nenhum tipo de preconceito em relação a gênero, religião ou raça. Atendemos todas as famílias da mesma forma, com a mesma humildade e carinho. Nossas sinceras desculpas a todos”, conclui o texto.

Comentários

Mais de Cotidiano