Cotidiano

Guilherme de Pádua se torna pastor evangélico 25 anos após ser condenado da morte de Daniella Perez

diario da manha

Guilherme de Pádua, de 48 anos, que foi condenado pela morte da filha da autora Glória Perez, se tornou pastor da igreja evangélica em Belo Horizonte. O ex-ator se converteu um ano após sair da prisão, onde cumpria a pena pelo assassinato de Daniella.

Na época do assassinato, Daniella Perez, de 22 anos e Guilherme trabalhavam juntos na mesma novela e formavam um par romântico. A mulher foi morta a tesouradas e o ator teve como cúmplice sua esposa da época, Paula Thomaz.

O homem se formou em teologia no final de novembro, junto da atual esposa, Juliana Lacerda. Foi ela quem compartilhou as imagens do então pastor em sua rede social. “Enfim, agora Pastor Guilherme! Ele esperou mais que 15 anos para que esse dia chegasse, mas como nós dizemos, tudo no tempo do Senhor. Chegou o seu tempo meu amor.”

Guilherme também se pronunciou em sua conta do Instagram, postou uma foto aonde vestia a beca da formatura, na legenda ele escreveu: “Glória a Deus por mais esta benção. A palavra de Deus é sempre mais do que imaginávamos.”

Comentários

Mais de Cotidiano