Cotidiano

Adolescente mata e enterra avó no quintal de casa

diario da manha

O corpo de uma idosa de 63 anos, foi encontrado enterrado no quintal da casa onde morava. Maria de Fátima Teixeira de Trindade, estava desaparecida há uma semana, um dos principais suspeitos da morte é seu neto, de apenas 17 anos e a namorada, de 14.

A idosa foi morar com o casal, pois estava passando por dificuldades financeiras e não tinha condições para se sustentar.

Em depoimento à polícia o neto disse que a mulher pedia dinheiro com frequência, ele também contou que a avó fazia uso de remédios controlados e consumia bebidas alcoólicas.

O crime aconteceu após uma discussão que ele teve com a avó. Os dois entraram em luta corporal e então, o neto deu um “mata-leão” na avó, que caiu desacordada.

A namorada do jovem não estava no local, quando o crime ocorreu, no entanto quando soube do ocorrido ajudou o parceiro a esconder o corpo.

O neto ainda chamou um pedreiro para cimentar o local aonde o corpo da avó foi enterrado, com a desculpa de que construiria uma casa para o cachorro.

Foi a namorada do jovem quem confessou o crime à sogra, que estava preocupada com o desaparecimento da idosa e já havia registrado ocorrência sobre o desaparecimento. Com a confissão, a família entregou os jovens à polícia.

A partir das informações obtidas a polícia foi até a casa aonde o crime ocorreu e encontrou o corpo da idosa no local indicado pelo adolescente.

Em depoimento o adolescente afirmou que não tinha a intenção de matar a avó. O neto e a namorada, que são menores de idade, aguardam decisão judicial sobre a internação.

Comentários

Mais de Cotidiano