Cotidiano

Casal de idosos morre após ser atropelado em calçada

diario da manha

O casal de idosos Edvaldo Augusto da Silva e Dulcineia Rosalino da Silva, de 75 e 70 anos, respectivamente, morreu vítima de atropelamento em uma calçada às margens do Lago Norte, em Brasília, na noite desta quinta-feira (18/01). A motorista identificada como Luciana Pupe Vieira ficou presa nas ferragens. Após a retirada, foi levada ao Hospital de Base, onde permanece internada em estado grave.

A mulher era servidora da Câmara dos Deputados, já o homem trabalhava como auditor na Receita Federal. No momento da tragédia, os dois que viviam há 50 anos juntos caminhavam próximos à casa em que moravam. Alguns familiares das vítimas estavam no local e presenciaram o acidente. Eles não quiseram se manifestar sobre o ocorrido.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o velocímetro do Mitsubishi ASX parou em 120km/h, em uma via em que a máxima é de 60 km/h. A corporação afirmou, no entanto, que isto não significa que a motorista estivesse nesta velocidade. O impacto da batida pode ter alterado para mais ou para menos o contador.

Testemunhas informaram que depois de atropelar o casal, a condutora ainda percorreu uma distância de 300m, parando somente após bater contra um poste. Parentes de Luciana disseram que possivelmente a mulher passou mal ao volante por causa da diabetes. Segundo o site Metrópoles, suspeita-se que ela tenha sofrido traumatismo craniano, fratura de dentes, punho, além de diversas escoriações.

Devido aos procedimentos de resgate, a condutora não foi submetida ao teste do bafômetro. A Polícia Civil investiga as circunstâncias do acidente. A motorista foi autuada por homicídio doloso (quando assume o risco de matar).

Comentários

Mais de Cotidiano