Cotidiano

Cirurgião que gravava suas iniciais no fígado dos pacientes é condenado

diario da manha
Foto/Reproducão/BBC Brasil

O cirurgião britânico Simon Bramhall, de 53 anos, que gravou suas iniciais nos fígados de dois pacientes durante transplantes, foi condenado nesta sexta-feira (12/01) e terá de realizar trabalhos sociais.

A audiência ocorreu em um tribunal de Birmingham, no centro da Inglaterra. Além dos trabalhos sociais, Bramhall terá que pagar uma multa de 10 mil libras.

A promotora Elizabeth Reid afirmou que o caso do cirurgião não tem precedente legal e que marcar os fígados dos pacientes foram atos “deliberados” e “conscientes”. “Esses ataques são errados, não apenas do ponto de vista ético, mas também penal”, concluiu.

Durante a leitura da sentença, o juiz dirigiu algumas palavras ao médico dizendo que: “as duas (operações) foram longas e difíceis. Admito que nessas duas ocasiões você estava cansado e nervoso e isso pode ter afetado seu julgamento”.

(Com informações da AFP)

Comentários

Mais de Cotidiano