Cotidiano

Corpo de mulher enterrada viva é encontrado revirado dentro de caixão

diario da manha

Fotos: Reprodução/TV Oeste

Os familiares de uma mulher identificada como Rosângela Almeida dos Santos, de 37 anos, residentes na cidade de Riachão das Neves, na Bahia, acreditam que ela tenha sido enterrada viva depois de um erro médico. Dez dias após o sepultamento, os parentes violaram o túmulo em que ela estava e encontraram o corpo revirado.

Segundo a mãe da mulher, Germana de Almeida, havia marcas de ferimentos nas mãos e na testa. Ela acredita que a filha se machucou ao tentar sair do local.

“Até aqueles preguinhos que estavam em cima estavam soltos. A mãozinha tava ferida, como quem estava arrumando assim… arrumando o caixão para sair”, contou ao G1/BA.

Rosângela estava internada e teve a morte atestada por um médico do Hospital do Oeste, em Barreiras, no dia 28 de janeiro, depois de um quadro de choque séptico. No dia posterior, os familiares realizaram o sepultamento.

A família voltou ao cemitério e violou o túmulo na última sexta-feira (09/02), depois que moradores próximos ao local ouviram gritos vindo do lugar em que Rosângela foi enterrada. De acordo com os parentes, o corpo ainda estava quente.

“Quando eu cheguei bem ali em frente, eu ouvi batendo ali dentro. Aí eu pensava que era brincadeira dos meninos, que os meninos só vivem aqui dentro [do cemitério] brincando… Aí gemeu duas vezes, com as duas gemidas ela parou”, disse a moradora Natalina Silva.

Por meio de nota à imprensa, o Hospital afirmou que está a disposição da família da vítima, assim como está disponível para prestar os esclarecimentos necessários.

Comentários

Mais de Cotidiano