Cotidiano

Médicos do Samu que usaram ambulância para ir em festa de casamento são demitidos

diario da manha

Foto: Reprodução/TV TEM

Dois médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram demitidos nesta terça-feira (27/02), por usarem uma ambulância do órgão para irem a um casamento, em Itapetininga, São Paulo, no dia 17 de fevereiro.

Segundo o G1/SP, a cerimônia era de uma enfermeira do serviço móvel e do coordenador local do Samu.

O assistente da diretoria do órgão, Saulo Ferreira disse que quatro funcionários estavam no automóvel: um enfermeiro, um motorista e um casal de médicos. Ele ainda afirmou que os dois primeiros não receberão punição.

“Constatamos que houve quebra de protocolo e, por isso, demitimos os dois médicos. O motorista e o enfermeiro não foram demitidos porque o setor de Recursos Humanos constatou que a ida até o casamento foi uma decisão unilateral dos médicos, e que eles apenas cumpriram ordens”, contou à reportagem.

Saulo também comentou que caso fique provado que os noivos estavam cientes da ida dos funcionários ao casamento, eles poderão ser afastados dos respectivos cargos.

“Ainda não há informação de que os dois chamaram esses funcionários para irem até o local com a viatura. Então, faremos todos os procedimentos para apurarmos os fatos juntamente com o RH”, disse.

O coordenador afirmou que não tem conhecimento sobre o tempo em que a ambulância ficou parada na cerimônia, mas informou que não houve prejuízo já que não houve nenhum chamado de urgência.

Por meio nota, a Prefeitura do município disse que acompanha a denúncia por meio da Secretaria da Saúde, além de seu corpo jurídico. Segundo o órgão, caso haja confirmação dos fatos os envolvidos serão responsabilizados.

Comentários

Mais de Cotidiano