Cotidiano

Pai é detido suspeito de torturar filha de dois anos

diario da manha

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Militar de Porto Alegre prendeu um homem de 37 anos, nesta quarta-feira (07/02), suspeito de agredir e torturar diariamente a filha de apenas 2 anos de idade. A mãe e a avó da criança denunciaram o caso depois que a menina teve uma convulsão após apanhar do pai.

“Um dos motivos da agressão, além dele ter histórico de ser uma pessoa violenta, e usuária de drogas, conforme as testemunhas, é que ele queria ter tido um filho homem, e não uma menina”, disse a responsável pela Delegacia para a Infância e Adolescência (Deca), Andrea Magno, ao G1/RS.

Segundo informações da polícia, a criança é agredida desde os primeiros meses de vida. O homem torturava a menina dando banhos gelados quando ela acordava durante a madrugada.

A denúncia foi realizada pela mãe e pela avó da vítima, que viram a menina ter uma convulsão depois de apanhar do pai. Na ocasião ela precisou ser levada para um hospital para receber atendimento médico.

O pai foi detido preventivamente e a criança está com a mãe. A polícia irá apurar se o homem ameaçou as mulheres para que não o denunciassem, ou se houve omissão por parte delas. O Conselho Tutelar do município foi acionado e acompanha o caso

Comentários