Cotidiano

Número de mortes por afogamento dobra durante o feriado prolongado, segundo bombeiros

diario da manha
Foto:Divulgação/Corpo de Bombeiros

Um balanço divulgado pelo Corpo de Bombeiros após o feriado da Semana Santa apontou que o número de mortes por afogamento dobrou neste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2018, oito casos foram registrados em Goiás, contra quatro em 2017.

A corporação informou que trabalhou com reforço diário de 220 militares e que ao longo do feriado prolongado, foram montados 14 postos avançados de monitoramento nas proximidades de rios e lagos do estado.

Casos

O último caso registrado na tarde de ontem, 1º, ocorreu quando um homem, de 52 anos, cuja identidade não foi divulgada, morreu em um lago do Residencial Campos Dourados, em Aragoiânia. Na ocasião, a vítima estava em um barco pequeno que virou.

Entre os outros sete casos, também houve o de um jovem de 25 anos, que foi encontrado a quatro metros de profundidade, no Lago Corumbá IV, na sexta-feira, 30, e o do diretor administrativo do Hospital Jardim América, Robério Alexandre Moura Ferro, de 42 anos. Ele sofreu um acidente com uma moto aquática no Rio Vermelho, em Aruanã e foi encontrado morto na quinta-feira, 29.

Comentários