Cotidiano

Decreto que regulamenta o uso de taxímetros em mototáxis será assinado na segunda-feira, 14

diario da manha
Foto:Reprodução

O decreto que prevê a instalação de taxímetros em mototáxis de Goiânia deve ser assinado, pelo prefeito Iris Rezende, na tarde de segunda-feira, 14. A solenidade está marcada para às 16h, no Paço Municipal.

Segundo a prefeitura, além de regulamentar e tornar obrigatório o uso do equipamento, o documento também estabelece os preços a serem cobrados na prestação do serviço deste tipo de transporte ao cidadão.

O secretário municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade, Fernando Santana, explica que a medida visa trazer justiça para o usuário, uma vez que o mesmo saberá exatamente o custo de sua viajem, sem variações que não possam ser justificadas.

Cobranças

Santana informou que a bandeira inicial será de R$ 3 e não haverá a bandeira dois, como nos táxis, quando a tarifa é dobrada. O documento determina que o quilômetro rodado custe R$ 1,44 e a hora parada R$ 17,80. Além disso, prevê o prazo de 90 dias para que os equipamentos sejam instalados no mototáxis da capital.

Cadastros

A gestão municipal informou que hoje, somente 379 dos 781 mototáxis cadastrados na Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT) estão em dia com o órgão.

Atualmente, a autorização e regularização para o serviço são de responsabilidade da SMT e a fiscalização segue sob comando da Secretaria Municipal de Planejamento e Habitação (Seplanh), conforme definido no governo anterior.

No entanto, a prefeitura afirma estudar a possibilidade de voltar esta fiscalização para SMT, afim de evitar transtornos administrativos.

Comentários