Cotidiano

Fábrica clandestina que falsificava sabão Omo é fechada pela polícia

diario da manha
Foto/Reprodução/GaúchaZH

A Polícia Civil cumpriu um mandado judicial de busca e apreensão em uma fábrica que produzia sabão em pó de marca própria e também falsificavam o produto da marca Omo. A ação ocorreu na manhã desta sexta-feira (18/05), no bairro Navegantes, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Segundo informações do delegado Rafael Liedtke, da Delegacia do Consumidor do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), foram apreendidas mais de 500 embalagens vazias, 4 mil rótulos da marca Omo e cerca de 100 unidades prontas para venda.

Ainda de acordo com o Liedtke, a fábrica clandestina não tinha regulamentação da Vigilância Sanitária Municipal e produzia em média mil litros por dia de sabão líquido. Parte dos produtos vendidos em toda a Região Metropolitana eram da própria marca e outra parte era vendida como se fosse da marca Omo.

O gerente e os sete funcionários que foram flagrados serão ouvidos pela polícia. O proprietário ainda não foi localizado. Os nomes dos suspeitos e da fábrica não foram divulgados.

(Com informações do GaúchaZH)

Comentários

Mais de Cotidiano