Cotidiano

Médico fica furioso e quebra tudo em posto de saúde

diario da manha

Um médico quebrou móveis e derrubou documentos no chão de um posto de saúde da cidade de Cariacica, no Espírito Santo. Segundo informações do G1 local, o motivo da quebradeira seria a falta de estrutura da unidade. O fato aconteceu na manhã da última terça-feira (15/05).

De acordo com relatos dos pacientes, Aurédio José do Couto, de 71 anos, chegou para trabalhar, entrou no consultório e ficou revoltado com a falta de alguns itens necessários para o atendimento. Ele quebrou a parte do prontuário, começou a jogar as gavetas com documentos no chão e, derrubou também prateleiras e armários.

Jocemir Joaquim da Silva, Subsecretário de Saúde de Cariacica, informou que o médico trabalha como clínico geral no posto há mais de 20 anos. Ainda afirmou que o doutor não será preso e que não seria afastado pela prefeitura. A Secretaria de Saúde da cidade contou que ele sempre foi um profissional excepcional, que tem uma história bonita com o município. A unidade pediu ao médico que fosse para casa descansar e que depois voltasse para conversar e, por fim, trabalhar.

Quando estava mais calmo o médico disse à prefeitura que vai ressarcir tudo que quebrou.

Afastamento

Porém conforme o G1, quando ele chegou para trabalhar na manhã desta quarta-feira (16/05) descobriu que não tinha paciente agendados e que havia sido afastado do trabalho. Aurélio informou que não havia recebido qualquer comunicado de seu afastamento e que soube do fato pelas equipes de reportagem.

Em entrevista ao G1, ele falou sobre as más condições em que trabalha: “Eu entro na minha sala e não tem um termômetro para ver a temperatura, não tem um estetoscópio para escutar o pulmão […]. Se eu quiser examinar a sua amídala, eu tenho que comprar um picolé e tirar o palito para examinar”, disse.

(Foto destaque: reprodução/G1)

Comentários