Cotidiano

140 mil ingressos da copa foram comercializados ilegalmente

diario da manha

Uma análise feita pela empresa Eticket4 aponta que de 5 a 7% dos ingressos já vendidos para a Copa do Mundo da Rússia de 2018 foram vendidos no mercado negro. Nesta quarta-feira (06/06), o resultado do estudo foi informado à revista RBK e estima que 140 mil ingressos foram comercializados em canais de vendas não autorizados pela FIFA.

Os ingressos equivalem a um valor de 22 milhões de dólares (cerca de R$ 84 milhões).

Os vendedores do mercado negro inflaram os preços dos tickets, aumentando o valor para mais de 400 dólares nos jogos menos requisitados. Na final do mundial, por exemplo, os ingressos podem custar milhares de dólares.

De acordo com a revista russa, a FIFA e as autoridades da Rússia investiram para impedir o comércio ilegal. Grande parte dos sites que vendiam os ingressos saíram do ar a pedido da organização.

A entidade entrou com uma ação na justiça contra a Viagogo, principal varejista de bilhetes online.

Com informações do portal da Veja.

(Foto destaque: reprodução)

Comentários

Mais de Cotidiano