Cotidiano

Homem é preso acusado de abusar da sobrinha-neta em Aragarças

diario da manha

Um homem de 50 foi preso acusado de abusar sexualmente da sobrinha-neta, de 13 anos, em Aragarças, Região Sudoeste de Goiás. De acordo com a Polícia Civil (PC), os abusos ocorreram durante dois anos, na casa da avó da menina. O homem, um trabalhador rural, nega que tenha cometido os abusos. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Ricardo Galvão, a adolescente não teve coragem de denunciá-lo, pois ele a ameaçava dizendo que faria mal a ela e a mãe dela.

Segundo a apuração do delegado, o homem é tio da mãe da jovem e morava na mesma casa que a menina. A adolescente contou também ao delegado que os abusos ocorreram em 2016 e 2017 quando ela e o acusado ficavam a sós. Atualmente a adolescente mora em outro local, porém só teve coragem para denunciar os abusos na última segunda-feira (18/06), segundo o delegado a jovem chegou na delegacia bastante abalada emocionalmente.

O delegado contou que o depoimento de outros parentes da vítima confirmaram a denúncia e foi constatado também, após os depoimentos, que outras duas sobrinhas do acusado sofreram abusos durante a infância, mas não denunciaram por medo. Galvão informou ainda que o laudo psicológico também confirmou a denúncia, uma vez que, o mesmo apresentou indícios de que ela estava com um trauma psicológico provocado, provavelmente, pelos abusos.

Investigação

Diante dos fatos, o delegado pediu ao Judiciário a prisão preventiva do acusado, o que foi concedido. Ele foi preso ao ir à delegacia prestar depoimento. O homem está detido na unidade prisional de Aragarças. O delegado informou que o inquérito deverá ser concluído em até dez dias e já adiantou que há evidências para indiciá-lo por estupro de vulnerável. Se condenado, o acusado pode pegar de 8 a 15 anos de prisão.

 

Comentários

Mais de Cotidiano