Cotidiano

Caiado: “Aguardo com humildade o resultado das urnas”

diario da manha
Ronaldo Caiado (DEM) ao percorrer Goiânia e cidades do interior, senador recebe apoio de populares(foto:divulgação)

A três dias da eleição, o líder da coligação “A Mudança é Agora”, Ronaldo Caiado (Democratas), realizou o último evento de campanha em sua cida­de natal, Anápolis, na manhã de on­tem. Acompanhado de lideranças locais, de seu vice, Lincoln Tejota (PROS), e do senador e candidato à reeleição Wilder Morais (Demo­cratas), ele visitou vários setores da terceira maior cidade do Estado du­rante mais de duas horas.

Em entrevista à imprensa lo­cal, Caiado reafirmou compro­misso com o desenvolvimento de Anápolis e destacou sua luta no Congresso para evitar propostas controversas. “Como senador da República, lutei contra o leilão da­quela parte de 1,2 milhão metros quadrados da plataforma logística que, sem dúvida nenhuma, causa­ria um prejuízo muito grande. O polo de logística de Anápolis é fun­damental para que tenhamos toda parte para dar suporte tanto ao ae­roporto de cargas como também à ferrovia e ao porto seco”, destacou.

Seu projeto, segundo o demo­crata, é justamente transformar Anápolis em uma referência inter­nacional em logística e competiti­vidade. Para tanto, mudará definiti­vamente as práticas administrativas do grupo que domina Goiás há 20 anos. “A que ponto chegou o suca­teamento do Estado. Dinheiro tem, inclusive foi encontrada uma quan­tia em espécie até na casa do moto­rista do coordenador de campanha do atual governador e, no entanto, não tem recursos para abrir as por­tas do Hugo, que é o maior hospital de referência de urgência do estado de Goiás, o Materno-Infantil tam­bém não podendo levar adiante o atendimento e também as cirur­gias. Então, você nota um colapso completo”, lamentou.

Caiado garantiu que a priori­dade de um eventual governo seu será justamente a Saúde, regiona­lizando de vez o atendimento e le­vando especialistas para todas as regiões. O objetivo é construir 17 policlínicas e colocar em funciona­mento pleno os hospitais regionais.

Pelas ruas de Anápolis, Caiado recebeu o carinho dos conterrâ­neos. Animado com a chegada do dia 7 de outubro, o líder absoluto em todas as pesquisas distribuiu acenos e cumprimentos, sendo respondido a cada esquina. O percurso incluiu diversos bairros da cidade e mobi­lizou centenas de veículos.

No entanto, ao ser questionado sobre a vitória já no primeiro tur­no, o democrata foi peremptório: “Eu guardo com muita humilda­de o resultado das urnas, sempre. Essa é a verdadeira pesquisa que define o rumo da nossa gente.”

Mais tarde, seguiu para Apare­cida de Goiânia, onde promoveu mais uma carreata. Apesar de tra­balhar em várias frentes, a coliga­ção “A Mudança é Agora” prioriza a região metropolitana da capital e o Entorno de Brasília na reta fi­nal. O objetivo é mostrar aos elei­tores que ainda não se decidira, que Caiado representa o verdadei­ro projeto de mudança para Goiás. “Tem sido uma campanha em que participamos de todos os debates, apresentamos nossas propostas, vida pregressa e autoridade mo­ral para mudar a política no Esta­do de Goiás. Mostramos que é o fi­nal de um ciclo, vivemos um novo momento em que, mesmo diante de todas as dificuldades, Goiás vai se recuperar rapidamente. Somos muito mais fortes que a crise que aí está”, clamou à militância.

O candidato à vice, Lincoln Te­jota destacou as manifestações es­pontâneas de apoio que a coliga­ção tem recebido nos últimos dias e a alegria de ver o trabalho reco­nhecido. “Cada dia que passa nos­sa campanha está mais encorpada e estamos acelerando nessa reta fi­nal. Nosso maior ativo sempre foi esse corpo a corpo com o povo, ca­minhamos junto aos anseios da so­ciedade, para poder retomar o cres­cimento de Goiás”, asseverou.

Questionado sobre os efeitos eleitorais da Operação Cash De­livery, que prendeu aliados do atual governador, Ronaldo Caia­do lamentou o episódio. “É in­discutível que essa operação vai atingir a eleição não só para go­verno, mas em todos os níveis. A verdade é que o goiano quer ou­tra imagem de Goiás, quer se re­cuperar desse período de escân­dalos, o sentimento é de um novo ciclo, uma nova maneira de agir. Não tem nada que envergonhe e entristeça mais o povo como fa­tos como esses. Vamos limpar o nome de Goiás”, arrematou.

Mais tarde, a coligação “A Mu­dança é Agora” seguiu para car­reata em Formosa, no Entorno do Distrito Federal.

Comentários

Mais de Cotidiano