Cotidiano

Suspeito de matar fazendeiro a pauladas em Bonópolis é preso em Porangatu

diario da manha
Foto: Divulgação/Polícia Militar

Um homem de 31 anos, cuja identidade não foi divulgada, foi preso na sexta-feira, 5, por suspeita de envolvimento no crime que vitimou o fazendeiro Aureliano Pereira Neto, morto a pauladas, em sua fazenda, em Bonópolis, na região norte de Goiás. Segundo a Polícia Civil, o suspeito havia ingerido bebida alcoólica no dia anterior e não conseguiu trabalhar na propriedade da vítima. Ao ser questionado pelo patrão, acabou discutindo e o matando.

O delegado de Porangatu, responsável pelo caso, André Luís Barbosa Campos de Medeiros, informou que no local do crime foram encontradas evidências que não são compatíveis com a versão dada pelo suspeito.

“Conforme levantando até agora, eles bebiam juntos, mas até então não havia tido confusão. Na quinta, o suspeito bebeu um litro de pinga sozinho e acabou passando mal no dia seguinte. Aí o fazendeiro chegou e o questionou. Na versão dele, a vítima teria o ameaçado com uma roçadeira e ele, para se defender, teria dado pauladas. Mas pelo que o perito já nos passou, tudo indica que o senhor Aureliano estava sentado mexendo na roçadeira, pela forma como o corpo foi encontrado”, disse o investigador em entrevista à TV Anhanguera.

Homicídio

O crime ocorreu no início da tarde de ontem, na fazenda da vítima, localizada próxima ao povoado de Cruzeiro, na zona rural de Bonópolis. Medeiros afirma que, após cometer o crime, o suspeito, que é vaqueiro, fugiu em uma moto do fazendeiro, parou em um bar para beber cachaça e seguiu viagem, até chegar em Porangatu, onde foi preso pela Polícia Militar (PM).

O delegado informou que as investigações apuram se o homem cometeu o crime em virtude da suposta discussão por conta dele não ter realizado o serviço naquele dia ou se matou a vítima para roubar a moto do patrão. Inicialmente, a polícia trata o crime como homicídio qualificado, mas no decorrer das investigações, pode ser convertido para latrocínio.

Comentários

Mais de Cotidiano