Cotidiano

Saneago alerta para risco de falta de água em cidades de Goiás

diario da manha

Cerca de 50 cidades podem ficar sem água durante o período de seca, em Goiás, segundo a Saneago. Entre os municípios que seriam afetados estão Goiânia, Aparecida de Goiânia, Trindade, São Luís de Montes Belos, Rio Verde e Pirenópolis. Segundo a companhia, a escassez deve acontecer devido a diminuição na quantidade de chuva.

A empresa assegura por meio de nota “que a probabilidade de desabastecimento é remota, caso haja a participação dos órgãos ambientais com apoio do Ministério Público, para disciplinamento dos usos múltiplos das bacias”.

O promotor Delson Leone Júnior, coordenador Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente, Urbanismo e Consumidor, disse que após o repasse de algumas informações da Saneago em relação ao consumo da água, o MP planejam ações de conscientização para garantir água para toda a população.

De acordo com a Saneago, estão sendo implantadas medidas para evitar e/ou minimizar o desabastecimento. As ações incluem limpezas das grades de captação de água, desassoreamento dos rios e programas de conscientização com a população.

Além disso, a companhia ainda irá instalar uma adutora de 12,5 km de extensão para interligar os sistemas Meia Ponte e Mauro Borges. A adutora deve aumentar o abastecimento do Rio Meia Ponte.

A Saneago informou também que estes problemas de abastecimento foram gerados devido a uma diminuição no acumulado de chuva nos últimos cinco anos. Sendo assim, a dinâmica do ciclo das águas na bacia do Rio Meia Ponte, principalmente a recarga ficaram prejudicados.

tags:

Comentários

Mais de Cotidiano