Cotidiano

Empresário falido comete suicídio na frente do governador de Sergipe

diario da manha

Durante a abertura de um seminário sobre o mercado de gás em Aracaju, no Sergipe, nesta quinta-feira (4) um empresário do setor de cerâmica cometeu suicídio com um tiro na cabeça. O ato aconteceu bem na frente do governador do estado, Belivaldo Chagas, e do Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

O empresário foi identificado como Sadi Gitz. Ele teria se levantado após a fala inicial do governador e sacado uma arma e atirou contra si. O empresário era dono de uma fábrica de cerâmica que havia entrado em hibernação, por causa do alto preço do gás. Com isso, ele teria falido.

Após perícias da Polícia Criminalística no local da ocorrência, o corpo de Sadi Gitz foi levado ao Instituto Médio Legal (IML) por volta das 11h.

A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) informou que o velório do empresário será realizado nesta sexta-feira (5), no Cemitério Colina da Saudade. No sábado (6), o corpo segue para a cidade de Alagoinhas (BA), onde será cremado.

Por meio do Twitter, o governador de Sergipe lamentou o caso e cancelou o evento:

 

tags:

Comentários

Mais de Cotidiano