Cotidiano

Bebê nasce sem rosto e pais acusam médico de negligência

diario da manha

Um bebê nasceu sem rosto e gerou um dos maiores escândalos de negligência médica em um hospital de Portugal.

De acordo com os pais, bebê nasceu sem olhos, nariz e parte do crânio, segundo eles, o médico não observou nenhuma anomalia antes do parto.

O bebê foi identificado com o nome de Rodrigo, ele nasceu no dia 7 de outubro, e só agora o caso tomou repercussão.

O caso está sendo investigado pelo Ministério Público português logo depois de uma denúncia apresentada pela mãe da criança.

A família de Rodrigo alega que o obstetra não detectou as más-formações e ainda exercia a profissão apesar de ter quatro processos disciplinares.

Os pais relatam que foram atendidos pelo obstetra em uma clínica particular onde foram realizadas três ultrassonografias.

A situação mudou logo após os pais de Rodrigo realizarem uma ultrassonografia 5G em uma clínica diferente, na qual foram alertados de uma anormalidade.

A família argumentou que levou o diagnóstico ao obstetra anterior, e que o médico desmereceu a análise e garantiu que não havia nenhum problema.

Após o nascimento da criança, médicos deram ao bebê uma previsão de poucas horas de vida, e uma série de ações judiciais.

Leia a nota enviada pelo Hospital

“Atendendo à reclamação apresentada por parte da família, o Centro Hospitalar de Setúbal deliberou proceder à abertura de um processo de inquérito, para apurar se tudo foi feito de acordo com a legislação desde que a parturiente deu entrada no bloco de partos”

Comentários

Mais de Cotidiano