Cotidiano

Criança autista supera limitações através da arte

diario da manha

Ainda bebê Augusto Mangussi foi diagnosticado com autismo, e hoje aos 12 anos, usa a música e a arte em seu favor para superar as dificuldades. Com o acompanhamento dos pais e de professoras, ele tem aulas de pintura e música. Augusto toca piano e pinta quadros, e o talento do jovem artista já é reconhecido mundo afora.

A família mora em Goiânia, e segundo a mãe dele, Larissa Lafaiete, Augusto já recebeu convites para expor suas telas no Arizona e em Miami, nos Estados Unidos, além de já ter participado de exposições em grandes capitais do Brasil, como São Paulo. As pinturas dele também já passaram a estampar peças de roupas, como camisas e vestidos.

A musicoterapeuta Ana Paula Torres é responsável pelo desenvolvimento de Augusto e diz que o tempo de aprendizagem deve ser respeitado. “Eu acho o amor, o carinho e a dedicação pelo tempo do aluno, que cada um tem, acho que é fundamental”, pontua.

“Quando ele terminava um quadro, ele era muito elogiado. Esse reforçador social para o autista é um estímulo para ele continuar fazendo cada vez mais”, conta.

Mesmo aprendendo tanto na arte Augusto também é fonte de inspiração e tem ensinado as pessoas mais próximas como a própria professora dele. “Eu aprendo mais com o Augusto do que ensino. Desenvolvi um monte de técnicas que até para mim foi bom, melhorei muito, me tornei professora”, afirma.

Ainda bebê a mãe de Augusto percebeu que ele era diferente. “Ele não entendia comandos simples e isso me trouxe bastante preocupação. Eu nunca tinha ouvido falar de autismo”, relata. Então pela busca para melhor desenvolver o filho, os pais de Augusto buscaram alternativas atraentes que pudesse ajudar o filho a levar uma vida normal, saudável e mais criativa.

Com informações do G1

Comentários