Cotidiano

Preso suspeito de fraudar contas bancárias e causar prejuízos avaliados em R$ 200 mil a banco

Segundo a PC, ele foi detido suspeito de fraudar contas bancárias em Goiânia

diario da manha

Conforme a Polícia Civil (PC-GO), Wallas Pacífico dos Santos, 34 anos, foi preso no momento que tentava abrir uma conta bancária utilizando documentos falsos, na tarde de quinta-feira (22), em Goiânia. O detido já teria causado um prejuízo avaliado em torno de R$ 200 mil a uma instituição financeira.

Para o delegado Cássio Arantes, responsável pelo caso, o suspeito não apresentou advogado e permaneceu em silêncio durante o interrogatório.

Ainda segundo o delegado, foi o próprio banco onde o suspeito tentava abrir conta bancária que acionou a polícia, informando sobre a suspeita da tentativa de fraude.

“O próprio sistema antifraudes do banco identificou a possibilidade de falsidade documental e entrou em contato com a polícia. Em seguida, políciais fizeram várias diligências e acabaram descobrindo que ele já tinha passagem por falsidade ideológica e estelionato tentado”, confirmou o delegado.

De acordo com as informações, o suspeito falsificava documentos, como comprovantes de rendimentos, onde forjava os dados com o intuito de conseguir empréstimos e financiamentos.

“Ele forjava os rendimentos, colocava bons salários, com um bom score de crédito para, a partir daí, retirar empréstimo dessas instituições. Depois, ele sumia e não pagava nenhum desses empréstimos. Posteriormente, o banco iria processá- lo, porém com um indivíduo que não existe, a instituição acabava ficando no prejuízo”, destacou.

Segundo o site G1, a corporação afirmou que as investigações continuam, com a intenção de localizar outras vítimas. O suspeito foi encaminhado à Delegacia Estadual de Capturas (DECAP), onde ficará a disposição da Justiça. O inquérito policial deve ser concluído em dez dias. O suspeito deve responder pelos crimes de estelionato tentado e falsidade ideológica, se condenado, poderá receber penas de até oito anos de prisão.

Comentários