Cotidiano

Sean Connery morre aos 90 anos

A família de Connery relatou à BBC que ele morreu dormindo em sua residência nas Bahamas. O filho, Jason Connery, contou à corporação britânica que o pai não estava bem "há algum tempo"

diario da manha
Foto: Jeff J Mitchell/Reuters

O ator escocês Sean Connery morreu aos 90 anos, conforme divulgação deste sábado (31) feita pela rede de rádio e televisão do Reino Unido BBC. A família de Connery relatou à emissora que ele morreu dormindo em sua residência nas Bahamas. O filho, Jason Connery, contou à corporação britânica que o pai não estava bem “há algum tempo”. Sean Connery ficou conhecido por interpretar o agente secreto James Bond em sete filmes da franquia. Também venceu o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante pelo filme “Os Intocáveis”, de Brian de Palma, em 1889. As informações são do G1.

De acordo com a reportagem, ele tinha mais de 50 anos de carreira. Ao longo da trajetória atuou em 94 filmes. Foi o primeiro James Bond da franquia que narra a espionagem do agente 007, criado por Ian Fleming. Entre os anos 60 e 80 estrelou: “O satânico Dr. No”, “Moscou contra 007”, “007 contra Goldfinger”, “007 Contra a chantagem atômica”, “Com 007 só se vive duas vezes” , “007 – Os diamantes são eternos” e “007 – Nunca mais outra vez”.

Conforme a matéria, o ator teve seu trabalho reconhecido por mais de 30 prêmios. Como por exemplo: O Globo de Ouro, por três vezes, e o Bafta, outras duas. De acordo com o G1, além do filho Jason o ator deixa a esposa Micheline Roquebrune e o neto Dashiell.

Comentários