Cotidiano

Andressa Urach é demitida da RecordTV

"Depois de seis anos de lavagem cerebral onde me fizeram acreditar que eu tinha que dar meu tudo para Deus... Me levaram praticamente tudo que eu tinha, foi mais de uma milhão e meio de reais que doei nesses últimos anos para a instituição, fora o meu amor e tempo que dediquei como todos sabem e agora que não tenho mais dinheiro para dar, ainda fui demitida da Record. Parabéns igreja universal por levar minha Alma ao inferno!", desabafou a apresentadora pelo Instagram

diario da manha
Foto: Reprodução/Instagram @AndressaUrachOficial

apresentadora Andressa Urach publicou um desabafo no Instagram nesta sexta-feira (13) contra a Igreja Universal. Ela relata “uma lavagem cerebral” na qual a fizeram acreditar que tinha que dar tudo para Deus. A quantia, de acordo com a modelo, ultrapassa R$ 1,5 milhão. O post aponta ainda a demissão da RecordTV. Andressa era contratada da emissora no Rio Grande do Sul para comandar o quadro “Eu Sobrevivi”, do programa Balanço Geral, conforme informações do Correio Braziliense.

“Depois de seis anos de lavagem cerebral onde me fizeram acreditar que eu tinha que dar meu tudo para Deus… Me levaram praticamente tudo que eu tinha, foi mais de uma milhão e meio de reais que doei nesses últimos anos para a instituição, fora o meu amor e tempo que dediquei como todos sabem e agora que não tenho mais dinheiro para dar, ainda fui demitida da Record. Parabéns igreja universal por levar minha Alma ao inferno!”, escreveu.

Urach já havia criticado a Universal antes

No dia 30 de outubro a apresentadora relatou pelo Instagram uma decepção com a instituição religiosa que provocou até “um ranço” da igreja. Isso porque com os desgastes com a igreja, segundo ela, não tem “cabeça” para pensar sobre isso. “Dediquei meus últimos seis anos da minha vida para Jesus, como todos sabem. Acabei me sentindo como um objeto descartável, nunca me senti assim nem no tempo da prostituição”. As informações são do UOL.

No livro “Morri para Viver: meu submundo de fama, drogas e prostituição”, Andressa revela detalhes da vida antes de se converter ao evangelho. Em 2014, ela foi internada após um procedimento estético. No hospital, ela descreve que teve uma “experiência pessoal com Deus”.

“Sei que Jesus não tem nada a ver com isso, e a obra de Deus é feita por pessoas falhas. Fui excluída de grupos fazendo eu me sentir como se eu tivesse ‘demônios’ por deixar de fazer parte da instituição. Se eu falasse tudo que aconteceu comigo nesses últimos anos, vocês se escandalizariam e eu teria virado ateia”, destacou. “Amo a igreja, mas não consigo mais ir à igreja, peguei ranço”.

Veja a publicação na íntegra clicando aqui.

Comentários