Cotidiano

Covid-19: primeira vacina a ter estudo publicado em revista científica

Para que a sociedade seja vacinada, primeiro é necessário ser aprovada pelos órgãos reguladores

diario da manha

Nesta terça-feira (8), a Universidade de Oxford em conjunto com a farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca é a primeira em revista científica. Enquanto outras vacinas estão em andamento para outras fases, a vacina de Oxford tem os resultados da fase 3.

Os testes ainda não acabaram, por isso, os dados publicados na revista The Lancet , são considerados preliminares. De acordo, com os resultados da vacina anteriormente divulgados, a eficácia média é de 70,4%. Em pessoas que tomaram um dose menor, há cerca de 90% de eficácia.

No caso de 90% de êxito, significa de 90 pessoas estão protegidas da doença. Isso não quer dizer, que a vacina será imediatamente distribuida para a imunização. Embora, os resultados tenham sido revisados por outros cientistas e validados.

Para que a sociedade seja vacinada, primeiro é necessário ser aprovada pelos órgãos reguladores. No Brasil esse órgão é a Anvisa.

Comentários