Cotidiano

Em Goiânia, estudante que fazia toucas para crianças com câncer morre da mesma doença

Morreu na luta contra um tipo raro de câncer no intestino, em Goiânia.

diario da manha

Na madrugada da última sexta-feira (11), a estudante de medicina veterinária Jéssica Branquinho de 27 anos, morreu na luta contra um tipo raro de câncer no intestino, em Goiânia.

Segundo a irmã, Fernanda Boettcher, Jéssica faleceu por volta de 5h30. Ambas confeccionavam e doavam toucas de la para crianças que também lutavam contra o câncer e se tratavam no Hospital Araújo Jorge (ACCG).

‘Touquinhas do bem’, foi criado em novembro de 2019 pela Jéssica e Fernanda, para fabricar e doar as toucas para as crianças com câncer. Projeto esse que será dado continuidade pela Fernanda.

“Fernanda, você jura que não vai parar com o projeto? Foi um pedido dela”, afirmou.

O corpo dela foi enterrado por volta às 17h do mesmo dia, no Cemitério Parque.

Após perder cabelo o projeto foi criado

Aos 26 anos Jéssica descobriu o câncer, após as sessões de quimioterapia onde percebeu a perda dos seus cabelos resolveu criar o projeto.

Por conta dos tratamentos, Jéssica não conseguiu voltar a estudar e como passava o dia todo em casa ela acreditava que criar as toucas, alealém de ajudar as crianças lhe ajudava.

Comentários