Cotidiano

Morre assessor de Leonardo após ser atingido por tiros acidentais

Nilton Rodrigues, de 60 anos, foi encontrado morto no banheiro da fazenda do cantor sertanejo Leonardo

diario da manha

Nilton Rodrigues Silva, conhecido como Passim, era assessor do cantor sertanejo Leonardo e morreu na madrugada de quinta-feira (4), na fazenda Talismã, no município de Jussara.

Segundo a investigação, a morte de Passim, inicialmente teria sido noticiada como suicídio, hipótese descartada pelas equipes da Polícia Civil e da Polícia Técnico Científica de acordo com as diligências periciais e investigativa, feitas no local.

“A conclusão preliminar é de que a morte tenha ocorrido em razão do manuseio incorreto de arma de fogo”, afirma o delegado Kléber Toledo.

De acordo com a polícia civil, os disparos da arma de fogo, uma Glock 380, ocorreram por vota das 2h da madrugada da última quinta-feira (4), e a vítima só foi encontrada por volta de 12h30 do mesmo dia.

Segundo informações da corporação, equipes da delegacia local e do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH), estiveram no local fazendo as análises de todas as circunstâncias.

Como não se trata de um homicídio, as investigações, agora, ficarão à cargo da Delegacia de Jussara, informou o Kléber.

Testemunhas serão ouvidas já que além do assessor, havia mais três pessoas na fazenda, que dormiam em cômodos distantes, de acordo com as apurações. Laudos periciais também serão feitos e analisados ao longo das investigações.

Passim trabalhava no meio artístico há cerca de 30 anos. Ele deixa esposa e dois filhos. A assessoria de Leonardo já havia informado, ainda na quinta-feira, que “a morte foi acidental”.

Comentários