Cotidiano

Obras do Terminal Isidória estão na reta final

Secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Luiz Bittencourt, vistoriou o local nesta quinta-feira (25/3)

diario da manha

As obras civis do Terminal Isidória, no Setor Pedro Ludovico, na região Sul de Goiânia, estão adiantadas, conforme informou o secretário de Infraestrutura Urbana, Luiz Bittencourt, durante vistoria ao canteiro de obras na manhã desta quinta-feira (25/3). “Estamos com força e dedicação total. A montagem da estrutura metálica está bem avançada”, disse Bittencourt.

O novo terminal, mais moderno e funcional, será um ponto de chegada e partida dos ônibus do corredor BRT Norte-Sul e terá estrutura em perfil metálico e cobertura em telhas metálicas trapezoidais, tipo sanduíche, com proteção termoacústica, que isola a temperatura e o som melhorando as condições para os usuários do sistema.

“Dentro de alguns dias devemos entregar essa obra concluída para a população de Goiânia. O prefeito Rogério Cruz determinou celeridade total para que nós possamos concluir todas as obras da gestão passada e iniciar o nosso programa de obras desta administração”, garantiu Bittencourt.

O Terminal Isidória está localizado em uma área de 16.500 m², e será três vezes maior do que o antigo, passando de 2.167 m² de área construída para 7.947 m². Ele ainda terá quiosques de alimentação e utilidades para os usuários do transporte público.

“Estamos trabalhando para que Goiânia fique cada vez melhor e a Seinfra contribui para a melhoria da qualidade de vida da população”, finaliza o secretário. 

BRT

O BRT Norte-Sul tem extensão de 21,7 km e foi dividido em dois trechos: o trecho 1, do Terminal Isidória até o Terminal Cruzeiro do Sul, em Aparecida de Goiânia, e o trecho 2, do Terminal Recanto do Bosque, na região Norte da cidade, passando pela Praça do Trabalhador, Praça Cívica,  Praça do Cruzeiro e chegando até o Terminal Isidória.

O trecho 2 está com 75% das obras executadas, com os terminais implantados, mas faltando as estações, e deve ser concluído até meados de setembro. O trecho 1 ainda conta com entraves burocráticos com previsão para serem resolvidos em um breve espaço de tempo, e será finalizado até o início de 2022.

Comentários