Cotidiano

Pastor estuprou crianças e adolescentes por 16 anos

Pastor utilizada de sua influencia para aproximar das famílias das vítimas

diario da manha

Um pastor, de 50 anos, de uma igreja evangélica está sendo acusado estuprar por 16 anos, crianças e adolescentes em Santa Maria (DF). As vítimas tinham entre 10 e 17 anos na época, frequentavam a igreja com os familiares. O local que deveria ser seguro foi palco de cenas de horror, usando a religião como desculpa.

De acordo com a Delegacia de Proteção à Criança e aos Adolescentes (DPCA), a investigação durou um ano. Contudo, denuncias anônimas feitas desde 2019 fizeram com que os policiais chegassem ao autor do crime. O pastor foi preso na última terça feira (2/3) pela Policia Militar próximo ao Balão do Aeroporto, no Lago Sul.

O Metrópoles, não divulgou o nome do estuprador para não expor as vítimas. Porém, segundo as investigações, o pastor se aproximava das famílias, frequentava as casas e ganhava a confiança dos pais das vítimas. O homem esperava o momento certo para atacar, ele agia quando estava sozinho com as crianças e adolescentes.

De acordo com os agentes, o pastor usava de seu status de líder religioso e de sua condição financeira para se aproximar das famílias e subjugar as vítimas. Com sua falsa imagem ele conseguiu cometer os crimes sem chamar a atenção, pois aos olhos de terceiros era uma pessoa acima de qualquer suspeita.

O indiciado responderá pelos crimes de estupro de vulnerável, violação sexual mediante fraude, assédio sexual. Também pelo delito de atentado violento ao pudor por ato praticado antes da modificação realizada em 2009 no código penal.

Comentários