Cotidiano

Novo decreto libera o funcionamento das atividades não essenciais

O novo decreto tem duração até o dia 27 de abril

diario da manha
Prefeito Rogério Cruz do partido Republicanos

O novo decreto que entrou em vigor nesta quinta-feira (22) libera o funcionamento das atividades não essenciais em Goiânia aos fins de semana. O documento vale até o próximo dia 27. Segundo o Prefeito Rogério Cruz, depois de analisar novos estudos sobre a evolução da Covid-19 e a capital apresentar queda nos números de contaminados, mortes, e taxas de ocupação hospitalizar, foi o que permitiu a reabertura novamente.

Segundo o G1, do último decreto publicado em 13 de abril até a flexibilização autorizada nesta quarta-feira, Goiânia contabilizou 6.283 casos positivos e 278 mortes por Coronavírus. Resultados de um grande período de fechamento e controle da disseminação da covid-19 na região.

Por isso a Prefeitura de Goiânia liberou funcionamento de comércios, feiras, bares e restaurantes aos sábados e domingos. As feiras livres e especiais de bairros poderão abrir com no máximo de 50% do total de bancas ou barracas, assim como todo o comércio da Região da 44. Mas será proibido o funcionamento de restaurantes e praças de alimentação e o consumo de produtos no local e a disponibilização de mesas e cadeiras aos frequentadores.

Bares e restaurantes também podem funcionar com 50% da capacidade de pessoas sentadas e além disso oferecer música ao vivo, com até dois integrantes por banda, no período de 22 a 27 de abril. Para as escolas serão permitidas a abertura do ensino privado (infantil, fundamental e médio). Distanciamento entre os alunos, professores e funcionários de 1,5 metro.

Horários de funcionamento:

MACHISMO NO AUTOMOBILISMO

  • Comércio: 9h às 17h
  • Serviços: 12h às 20h
  • Bares e restaurantes: 11h às 23h
  • Shoppings e galerias: 10h às 22h
  • Salões e barbearias: 12h às 21h
  • Academias: 6h às 22h
  • Distribuidoras de bebidas: 6h às 22h

Em nota o Prefeito disse: “Reconhecemos que muitos negócios têm mais movimento aos fins de semana. E entendendo que os empresários estão inteiramente comprometidos com o combate ao coronavírus e que vivemos um momento de estabilidade, decidimos dar esta contribuição à economia da nossa cidade”.

Leia Também

Comentários