Cotidiano

Alto Paraíso: Caiado e Gracinha inauguram laboratório e entregam títulos a 70 produtores rurais

"Nossa meta é proporcionar qualidade de educação a fim de que a criança seja competitiva em qualquer lugar do Brasil”, diz Caiado, durante agenda no Nordeste goiano. “A inclusão social que tanto busco vem junto com a digital”, destaca Gracinha. Quinta unidade do Include conta com investimentos de R$ 155 mil. Com posse definitiva da terra, produtores passam a ter acesso às políticas públicas

diario da manha
Governador Ronaldo Caiado, vice Tejota e primeira-dama, Gracinha Caiado, inauguram laboratório Include e entregam títulos de regularização na Vila de São Jorge, em Alto Paraíso de Goiás: parcerias com prefeitos, lideranças locais, cidadãos e instituições privadas visam concretizar as ‘viradas’ necessárias ao Estado em todas as áreas, como saúde, segurança pública e programas sociais

O governador Ronaldo Caiado e a presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, entregaram, nesta quinta-feira (27/05), o primeiro laboratório de robótica Include na região Nordeste do Estado. A unidade, orçada em R$ 155 mil, foi instalada na Associação Comunitária da Vila de São Jorge, em Alto Paraíso de Goiás. Em seguida, foram entregues títulos de regularização fundiária para 70 produtores rurais da região.

Caiado ressaltou que pretende criar uma cultura em que as escolas públicas de Goiás sejam as melhores do país. “Nossa meta é proporcionar qualidade de educação a fim de que a criança seja competitiva em qualquer lugar do Brasil”, afirmou. “Acho que é fundamental essa visão de governo e, para isso, tenho focado muitas das minhas ações no Nordeste goiano”, assegurou.

O governador disse que não é possível se conformar com as desigualdades, como ocorreu com as gestões passadas, quando determinadas regiões eram priorizadas em detrimento de outras. “Meu objetivo é ser um governador que atende aos mais carentes”, reforçou, ao listar a importância de parcerias com prefeitos, lideranças locais e cidadãos para “concretizar as ‘viradas’ necessárias ao Estado, em todas as áreas como saúde, segurança pública e programas sociais”.

“A inclusão social que tanto busco vem junto com a digital. Hoje, vemos isso com toda clareza”, pontuou a primeira-dama Gracinha Caiado. Ela reiterou que o papel do governo é criar oportunidades na vida das pessoas, por meio de ações conjuntas. “Todos imbuídos em um só pensamento, que é ajudar. Com esse sentimento, sem dúvida nenhuma, o desenvolvimento é muito maior”, destacou.

Caiado adiantou que, nesta sexta-feira (28/05), irá inaugurar outro laboratório, em Cavalcante. “Qualquer criança que tiver uma boa instrução pode ser competitiva e fazer o que desejar na vida, porque teve uma base para superar as adversidades”, acrescentou.

Os laboratórios Include têm o objetivo de promover a educação, modernizar as práticas de aprendizagem e favorecer o ingresso de jovens no mercado de trabalho. A unidade de Alto Paraíso de Goiás é a quinta a ser inaugurada em Goiás. Já são duas em Goiânia, uma em Luziânia e outra em Valparaíso.

Ao todo, o Governo do Estado investiu R$ 930 mil nos seis laboratórios. A meta é atender a 1,8 mil estudantes goianos em situação de vulnerabilidade, até 2023.

Mudança
Trazer algo forte, que muda a vida das pessoas. Foi dessa forma que o vice-governador Lincoln Tejota caracterizou o Include e as ações do Executivo Estadual para a região Nordeste de Goiás. “Incluir é trazer resposta para os problemas”, sentenciou. “Reconheço que ainda vamos precisar de tempo pelo que não fizeram no passado, mas não nos faltam coragem, força para trabalhar e, principalmente, o apoio da população”, assinalou.

O prefeito de Alto Paraíso, Marcus Adilson Rinco, elogiou a forma republicana com que Ronaldo Caiado faz gestão no Estado. “Os horizontes estão se abrindo. O Nordeste goiano, a Chapada dos Veadeiros finalmente são valorizados por um governo”, comentou.

O secretário-geral da Governadoria, Adriano da Rocha Lima, disse que os laboratórios “incluem os jovens dentro da sociedade, de uma forma que aprendam a se relacionar e a ter respeito”.

“Cada vez que inauguro um Include é uma emoção diferente. Cada lugar tem uma história”, pontuou o secretário de Desenvolvimento e Inovação, Marcio Cesar Pereira. Para ele, a iniciativa traz inclusão digital e muitas oportunidades em uma região bastante turística e com potencial.

Parceria
Os laboratórios Include fazem parte do Goiás Social, em parceria com Instituto Campus Party (ICP), que disponibiliza equipes para capacitar gratuitamente jovens de 12 a 20 anos nas áreas de robótica, computação e mecânica, além de oficinas de empreendedorismo e internet das coisas.

“Participar de um laboratório desse ensina a respeitar hierarquia, conviver, dá uma visão da sociedade. E isso não tem preço”, assinalou a coordenadora de laboratórios robóticos da Campus Party, Tieli Catia. A unidade de São Jorge foi possível graças à parceria firmada com a Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge.

Posse definitiva
Após a inauguração dos laboratórios Include, o governador e a primeira-dama fizeram a entrega de títulos de regularização fundiária para 70 produtores rurais. Com a transferência da propriedade, os atuais ocupantes garantem a posse definitiva da terra e passam a ter acesso às políticas públicas implementadas pelo Estado, como, por exemplo, o crédito rural.

De acordo com o Caiado, o Estado faz sua parte, que é não deixar de regularizar as terras devolutas. “Entregamos essas propriedades de forma totalmente registrada e homologada, porque respeitamos a todos”, afirmou. “É um título definitivo para que vocês possam ter benefícios, como fazer investimento e ter a capacidade de comercializar seus produtos”, exemplificou.

De forma simbólica, o governador fez a entrega de três títulos de regularização fundiária. Foram beneficiados os produtores Gerson Paulo Naguel, Eliel José Dias e Marcílio Félix da Silva.

“Primeiro, muito obrigado pelo respeito e retomada da nossa dignidade. Essa terra foi comprada com dinheiro de salário, de quando fui peão de fazenda. Tenho orgulho de dizer isso. O senhor montou uma equipe que tem o nosso reconhecimento”, afirmou Gerson Paulo, que esperava o documento há 36 anos.

As entregas dos títulos no Nordeste Goiano, realizadas por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, (Seapa), contemplam produtores dos municípios de São João d´Aliança, Alto Paraíso, Cavalcante, Nova Roma, Teresina de Goiás e Niquelândia.

O título de regularização fundiária, segundo o titular da Seapa, Tiago Mendonça, é sinônimo de identidade para os produtores da região. “Com isso, vão poder ter energia, fazer um financiamento, aumentar a sua produção, usufruir e estruturar melhor a propriedade”, enumerou.

Estiveram presentes na inauguração do laboratório Include e na entrega dos títulos de regularização fundiária o deputado estadual Amilton Filho; o presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Tiago Pontes; os presidente da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), Pedro Leonardo; da Agência Estadual do Turismo (GoiásTurismo), Fabrício Amaral; e o vice-presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Sampaio.

A solenidade também contou com a presença do delegado regional de Formosa, José Antônio Machado; da delegada titular do município, Bárbara Butim; e dos prefeitos Wilson Tavares (Gameleira), Fernando Paulino (Colinas do Sul), Vilmar Souza Costa (Cavalcante), Débora Domingues (São João D’Aliança), Altran Nery (Flores de Goiás), Eleuses Gonzaga (Nova Roma), Haicer Lima (Iaciara), Felipi Campos (Monte Alegre), Douglas Ribeiro (Campinaçu) e Fernando da Silva (Niquelândia).

Fotos: Secom/ Cristiano Borges

Comentários