Cotidiano

Dia internacional do enfermeiro: amor à vida

Essa data homenageia aqueles que deixam suas famílias em casa a fim de cuidar das famílias alheias, com total amor e dedicação

diario da manha

No dia 12 de maio se comemora o dia internacional dos enfermeiros. Uma classe de valor inestimável para a sociedade, ainda mais em tempos de pandemia. Essa data homenageia aqueles que deixam suas famílias em casa a fim de cuidar das famílias alheias, com total amor e dedicação.

A classe tem ação fundamental na hora de garantir a recuperação e salvamento de vidas. Desde a escolha do curso até momento da atuação, os enfermeiros e enfermeiras se dedicam firmemente à seus pacientes. Não só cuidar dos outros, a enfermagem possibilita ao profissional o auto conhecimento .

De acordo com a enfermeira do Hospital Regional de Alvorada, em Tocantins, Leidy Nazario, ela escolheu a enfermagem por gostar de cuidar ajudar os outros. “Me faz bem cuidar de um paciente, ainda mais em um momento tão vulnerável, precisando de atenção e carinho”, completa a enfermeira.

O que poucos sabem é que há registro desses profissionais atuando já entre os séculos V e VIII d.C e isso mostra como eles são importantes e fazem parte da história da humanidade. Sempre presentes na vida das pessoas, desde os momentos mais simples, em que há uma leve indisposição, até os mais complexos, como guerras e pandemias, no nascimento de um filho ou no tratamento de uma doença, eles estão sempre ali.

Como qualquer outra profissão existem os dias bons e ruins. A classe por exemplo, encontra suas maiores dificuldades no reconhecimento em geral, salários baixos e jornadas exaustivas. Por vezes, podemos encontrar um profissional da saúde que se desdobra em mais de um emprego para conseguir manter a casa.

No entanto, eles melhor do que ninguém sabem como enfrentar um desafio. As várias horas no plantão não deixam que o brilho de salvar vidas se apague.

“A maior gratificação é ver paciente com um sorriso no risto, isso não tem preço”, diz Leidy.

Enfermeira Laidy Nazário

12 de maio

Essa data foi escolhida devido o nascimento da enfermeira Florence Nightingale, considerada um marco na enfermagem moderna. Ela criou a primeira escola de enfermagem da Inglaterra, em uma época que a profissão não era reconhecida.

Contudo, o dia 20 de maio é marcado pelo falecimento da enfermeira brasileira Ana Nery. Ela foi a primeira profissional de enfermagem a se alistar voluntariamente em combates militares.

Segundo o G1, o presidente do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP), James Francisco dos Santos, ressalta a notabilidade da data:

“A Semana da Enfermagem é um momento importante de celebração da importância da nossa categoria para o acesso à saúde. E também, de sensibilização acerca das nossas pautas relacionadas à maior valorização e melhores condições de trabalho”.

A enfermeira Leidy Nazário completa deixando uma mensagem aos futuros enfermeiros.

“Venham com amor, façam tudo com amor. Vocês vão encontrar pessoas de todos os jeitos, mas cada um cuide com amor, carinho e atenção. Lembre-se sempre, seu paciente é o amor de alguém”.

Leia também:

Comentários