Cotidiano

Em Itaberaí, um litro de óleo usado vale um detergente

A cada litro de óleo, o participante leva um detergente de 500 ml

diario da manha

Em Itaberaí, Goiás, a população agora pode trocar óleo de cozinha usado por detergente. A ação é desenvolvida pelo Instituto Bastos, uma Organização Não Governamental (ONG), em parceria com a empresa Proeza e conta com apoio de mobilizadores sociais.

O projeto intitulado Recicla Itaberaí foi desenvolvido para reduzir os impactos ambientais causados pelo descarte indevido de óleo de cozinha no meio ambiente. A prática, segundo um levantamento realizado pelos idealizadores da ação, contamina 2.500 litros de água a cada litro de óleo dispensado nos esgotos, no solo e água.

Para participar, basta juntar um litro de óleo usado e leva-lo até um dos pontos de troca. A primeira moradora da cidade a aderir ao projeto além de levar um produto de limpeza para casa também ganhou uma camiseta e um boné exclusivos do Instituto Bastos, como forma de homenagem.

O presidente do Instituto Bastos, Manoel Bastos, explica mais sobre o projeto. “A gente está recolhendo o óleo e em contrapartida vocês estão recebendo um produto da Proeza. Você está economizando e o meio ambiente agradece”.

O projeto conta com o apoio da Prefeitura de Itaberaí, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e da Secretaria de Infraestrutura, enfatiza o fundador da ONG. O vereador Danilo Dorneles, a secretaria de Educação de Itaberaí, Carla de Deus, e secretário do Meio Ambiente, Frederico Simões, também fazem parte do grupo de apoiadores da ação.

Atualmente, o produto disponível para troca é o detergente da Proeza, de 500 ml, mas, segundo Manoel, os planos futuros são de que novos produtos da marca também sejam disponibilizados para os participantes do projeto.

Leia também:

Comentários