Cotidiano

Podemos e PP querem nome na chapa majoritária de Caiado

Dirigentes e militantes do Podemos e do Progressistas se reuniram, em Catalão, para discutir as eleições de 2002 e preparar o lançamento de candidatura majoritária na coligação do governador Ronaldo Caiado

diario da manha

Dirigentes e militantes do Podemos e do Progressistas se reuniram, em Catalão, para discutir as eleições de 2002 e preparar o lançamento de candidatura majoritária na coligação com o DEM do governador Ronaldo Caiado.

Estiveram presentes o prefeito de Catalão, Adib Elias (Podemos), Júlio Paschoal, economista (e candidato a deputado federal pelo PP), Ernesto Roller, secretário de Governo na gestão de Ronaldo Caiado, o prefeito de Anápolis, Roberto Naves (Progressistas), Alexandre Baldy, presidente do Progressistas em Goiás, e João Sebba, vice- -prefeito de Catalão.

Líderes dos dois partidos sugeriram que devem marchar unidos para conquistar uma vaga na chapa majoritária. Que tanto pode ser para Adib Elias — que iria a vice — quanto para Alexandre Baldy, que iria ao Senado. Discutiu-se, inclusive, a possibilidade de Roberto Naves, como prefeito da cidade com o terceiro maior eleitorado de Goiás, ser indicado para a vice.

Os membros do Podemos e do Progressistas fazem restrição a uma eventual presença do ex-deputado federal Daniel Vilela, presidente estadual do MDB, como vice na chapa do governador Ronaldo Caiado. Tudo em razão das eleições de 2018, em que Daniel não aceitou a aliança MDB/DEM e ainda, logo depois do pleito, patrocinou a expulsão do partido os cinco prefeitos que apoiaram a candidatura de Ronaldo Caiado ao governo, entre eles Adib Elias.

Comentários