Cotidiano

Funcionário da DPU é investigado pela Polícia Federal

O suspeito teria furtado aparelhos eletrônicos avaliados em 1 milhão de reais

diario da manha

Nesta sexta-feira, 2, a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão contra um funcionário da Defensoria Pública da União (DPU) suspeito de furtar bens que chegariam R$1 milhão. As investigações tiveram início após DPU sentir falta de alguns bens.

De acordo com a investigação o funcionário é suspeito por furtar aproximadamente 200 celulares, um computador e câmeras fotográficas encontrados na sua residência pela PF.

O suspeito era um funcionário terceirizado do órgão em Brasília e entrou para as estatísticas dos agentes causadores de furtos em 2021. A Secretária de Segurança Pública (SSP) registrou ocorrências equivalente a 3.354 casos na capital somente do início do ano até o mês de maio.

Segundo as informações divulgadas pelo G1, a Receita Federal doará os aparelhos celulares para alunos da rede pública que estão no processo preparatório de um concurso de Redação.

Comentários