Cotidiano

Mural de Wes Gama revitaliza quarteirão histórico no centro de Goiânia

A pintura comemora os 40 anos da Farmácia Artesanal, líder em manipulação de medicamentos em franquias espalhadas pelo Brasil

diario da manha
Legenda: Mural do artista Wes Gama na fachada da matriz da Farmácia Artesanal em Goiânia

O centro histórico de Goiânia acaba de ganhar um painel de 1.206 m², criado pelo artista e muralista goiano Wes Gama. O mural passa a ocupar a fachada da matriz da Farmácia Artesanal na capital. A ação marca os 40 anos da Farmácia Artesanal, líder em medicamentos e produtos manipulados no centro-oeste e em Belo Horizonte. 

Autodidata, Wes Gama, iniciou em 2000 sua trajetória nas ruas por meio do grafite, sempre com cores saturadas, traços e linhas marcantes, representando uma fusão entre o humano e a natureza

O painel, intitulado A Matriarca, traz ao centro uma mulher macerando ervas com um grau e um pistilo, instrumentos tradicionais que remetem à ancestralidade da farmácia. Ela está cercada por plantas e animais do cerrado, como flor de hibisco, lavanda, mimosinha, tucano, saíra e arara canindé.

O mural é o maior já pintado pelo artista e revitaliza quase todo o quarteirão histórico, onde a farmácia está localizada. 

A Matriarca é um presente para Goiânia, onde nosso negócio foi construído há 40 anos”, diz Evandro Tokarski, presidente do Grupo Artesanal.

A história da Farmácia Artesanal

A Farmácia Artesanal tem uma história consolidada no mercado de medicamentos e produtos manipulados. Em seus 40 anos de existência, a empresa tem mais de 60 unidades espalhadas por seis estados do Brasil, com lojas em Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins e Pará.

Mesmo com a pandemia, o grupo está em franca expansão e planeja chegar a 200 lojas franqueadas até 2025. Ainda prevê fechar 2021 com um crescimento de 20% em faturamento com relação ao ano passado. Em 2020, já havia crescido 15,5%. Hoje são mais de mil colaboradores em todo o Brasil.

Em janeiro de 2022, inaugura sua primeira franquia em Campinas, no interior de São Paulo. Para a escolha dos franqueados, a companhia leva em consideração, além do perfil de negócios, uma afinidade aos propósitos da empresa

“Avaliamos e estudamos com profundidade o perfil de cada parceiro para entender a afinidade e o engajamento com nossas causas”, diz Tokarski. Em 1991, quando a sigla ESG ainda não significava nada, o grupo já apostava em sustentabilidade e iniciou um projeto de preservação ambiental do rio Araguaia

Também recolhe medicamentos vencidos em todas as unidades e envia para descarte correto, com incineração a 3.000 graus. Aposta ainda em diversidade, inclusão e equidade de gênero. 

Investimento em inovação

O crescimento do grupo também se deve ao investimento em tecnologia e inovação. “Cada ser humano é um ser único, com seu próprio mapa genético. Isso tem um significado importante para o nosso negócio”, afirma Tokarski. 

Segundo ele, o grupo, que fechou o ano de 2020 com faturamento de R$ 82 milhões, vem aumentando ano a ano seu investimento em tecnologia. O objetivo é ampliar ainda mais a capacidade de produzir formulações especiais e individualizadas para que os pacientes aumentem a adesão aos tratamentos.

Estudos mostram que apenas 25% a 30% das pessoas seguem os tratamentos prescritos. “Nosso objetivo é apoiar a comunidade médica e os pacientes, compreendendo suas dificuldades e desafios individuais.”

Leia também:

Comentários