Cotidiano

PM apreende mais de R$ 1 milhão em drogas

Em ações desencadeadas no do interior do estado, policiais militares apreenderam, em um só dia, grandes porções de maconha e de pasta base de cocaína que provocaram um prejuízo superior a R$ 1 milhão aos traficantes

diario da manha

Em ações desencadeadas no do interior do estado, policiais militares apreenderam, em um só dia, grandes porções de maconha e de pasta base de cocaína que provocaram um prejuízo superior a R$ 1 milhão aos traficantes. Uma camionete roubada, que estava sendo usada para o transporte de mais de 130 peças de maconha, também foi recuperada. A primeira apreensão aconteceu na GO206, em Quirinópolis, depois que militares do Comando de Policiamento Rodoviário (CPE) deram ordem para que uma camionete Mitsubishi L200 ocupada por dois homens encostasse. Após fingir que atenderia a ordem dos policiais, o condutor do veículo saiu em alta velocidade. Perseguidos, os dois homens abandonaram a camionete no acostamento, e fugiram correndo a pé por uma mata, não sendo mais localizados. Na carroceria da L200, os policiais encontraram 132 peças de maconha, que estavam escondidas em caixas, e malas. O veículo, descobriram os militares, tinha sido roubado em março, e estava com placas clonadas. Na BR-364, entre Santa Rita do Araguaia, na região sudoeste de Goiás, e Alto Araguaia, no Mato grosso, militares dos dois estados reforçaram o patrulhamento após receberem a informação que um grande carregamento de drogas passaria pela região. Todos os veículos que passavam eram abordados, e ao desconfiarem de dois homens que estavam em um Hyundai Creta, os PMs decidiram realizar uma busca mais minuciosa, ocasião em que encontraram 20 peças de pasta base de cocaína. Ao serem flagrados, condutor e passageiro do veículo confessaram que haviam sido contratados para levar os entorpecentes, avaliados em R$ 800 mil, de São José dos Quatro Marcos, no Mato Grosso, até Mineiros (GO). A dupla, que não teve nomes, nem idades divulgados, foi autuada em flagrante por tráfico interestadual de drogas, e, se condenados, podem passar, de cinco, até 15 anos na cadeia.

Rota 190

Crianças eram espancadas pela mãe e padrasto
Um bebê de um ano e 11 meses foi internado em estado gravíssimo após ser agredido pela mãe e pelo padrasto em Cristalina, cidade goiana que fica no Entorno do Distrito Federal. O casal foi preso em flagrante depois que a mãe levou o bebê até uma unidade de saúde, e alegou que ele teria caído do carrinho. Durante as investigações, a Polícia Civil descobriu que outro filho pequeno dela também foi agredido, e apresentava, no rosto, marcas de um chinelo. A mulher e o namorado, que não tiveram nomes, nem idades divulgados, foram autuados em flagrante por tortura, e tentativa de homicídio.

PM aposentado é preso por matar agiota
Um soldado aposentado da Polícia Militar que já foi vereador em Campinorte, cidade distante 302 quilômetros de Goiânia, foi preso preventivamente ontem, acusado de executar um idoso de 80 anos no último mês de março. A vítima, segundo as investigações, seria agiota, e foi assassinado com quatro tiros após tentar receber o valor referente a dois cheques dados pelo ex vereador, que somavam R$ 1.500. Contra “Carlinhos policial”, 51, pesa também a acusação de uma tentativa de assassinato, praticada em janeiro, contra um motorista de caminhão. Neste caso, o carro do ex policial foi filmado fugindo do posto onde o caminhoneiro foi baleado. Além dos dois crimes, Carlinhos também responderá por posse ilegal de arma e munições, já que os agentes encontraram, na casa dele, uma espingarda calibre 12, e várias munições.

Identificada quadrilha que assalta drogarias em Goiânia

Após o compartilhamento de informações, policiais civis e militares identificaram os três integrantes de uma quadrilha que está assaltando drogarias durante a madrugada, em Goiânia. Um deles, que seria o motorista da associação criminosa, foi preso na Avenida Araguaia, no Centro. Os comparsas dele, que foram filmados durante dois roubos praticados este mês contra uma mesma drogaria que funciona no Jardim Goiás, em Goiânia, já estão identificados, mas seguem foragidos. Nos dois roubos já confirmados, a quadrilha levou pouco mais de R$ 600. Nomes e idades dos três criminosos não foram divulgados.

Comentários