Cotidiano

Projeto aquecendo corações é ampliado pela Prefeitura

Os moradores que não aceitarem ir para o hotel vão receber cobertores, alimentos e molentos

diario da manha

Com a queda da temperatura em Goiânia, e a chega da onda de frio que vai atingir as regiões Sudoeste e Centro-Oeste do país, a Prefeitura de Goiânia, ampliou o projeto Aquecendo Corações.

A iniciativa partiu da primeira-dama de Goiânia, Thelma Cruz em conjunto com o secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Zé Antônio, para amparar as moradores da capital que estão em situação de vulnerabilidade, e que esse auxílio a eles seja intensificado na capital.

Nesse sentido as equipes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social (SEDHS) irão as ruas para distribuir alimentos, máscaras, moletons, cobertores e oferecer pernoites em hotel com jantar, café da manhã e almoço.

O secretário Zé Antônio afirmou que as equipes do Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS) e o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP) faz buscas nos principais pontos da cidade onde estão concentradas a população que vive em situação de rua em Goiânia.

“Os trabalhos vão ser intensificados nesse dias de frio, para dar conforto e proteger os que mais necessitam e que estão nas ruas de Goiânia”. O secretário disse ainda que caso o morador recuse o convite, eles vão receber cobertores, alimentos e moletons.

De acordo com a SEDHS o Centro POP distribui todos os dias refeições para pessoas em situação de rua e faz os encaminhados para que elas possam receber o atendimento médico.

Leia também:

Comentários