Cotidiano

Em dois dias, cinco toneladas de maconha são apreendidas em Goiás

Mais de cinco milhões de Reais de prejuízo para o tráfico de drogas em apenas dois dias

diario da manha

Mais de cinco milhões de Reais de prejuízo para o tráfico de drogas em apenas dois dias. Este é o resultado de três ocorrências distintas que culminaram com a apreensão de cinco toneladas de drogas, e na prisão, em flagrante, de sete traficantes, incluindo uma mulher. A primeira grande apreensão aconteceu na noite de terça-feira, quando policiais rodoviários federais abordaram, na BR-364, em Jataí, um caminhão que trafegava em alta velocidade. Em um fundo falso da carroceria, que tinha em cima uma carga de cervejas, os agentes encontraram fardos com mais de duas toneladas de maconha. O motorista, que tem 33 anos, confessou que receberia R$ 3 mil para levar o caminhão, de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, até Rio Verde. Durante a vistoria, os policiais descobriram que o veículo era roubado, fato que fez com que o condutor, além do tráfico, fosse autuado, também, por receptação. Na manhã seguinte a esta ocorrência, militares do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer) apreenderam, na zona rural de Abadiânia, cidade distante 90 quilômetros de Goiânia, uma tonelada de maconha. Três traficantes, entre eles uma mulher, foram presos e autuados em flagrante. Quando abordada, a mulher, que já possuía outros antecedentes criminais, estava levando parte dos entorpecentes para a cidade de Alexânia. Dois veículos, entre eles um de alto luxo, modelo Land Rover, também foram apreendidos com a quadrilha. Em Bom Jesus de Goiás, na região sul do estado, militares do Batalhão de Choque também apreenderam, na noite de terça-feira, 1,5 tonelada de maconha. Grande parte dos entorpecentes estavam escondidos em tonéis, que haviam sido enterrados em uma chácara. Durante a ação, três traficantes foram presos, e um conseguiu fugir. Um caminhão que havia sido usado no transporte do entorpecente, e uma balança de precisão, também foram apreendidos. Assim como a PRF, a PM não divulgou os nomes dos seis presos nas duas apreensões.

Rota 190

Corretor de imóveis é preso por pedofilia

Após se passar pelo filho de 13 anos em uma rede social, uma mulher que mora em Valparaíso, cidade goiana que fica no Entorno do Distrito Federal ajudou a Polícia Civil a identificar e prender um corretor de imóveis, de 39 anos, que estaria aliciando menores. Conversas que já estão em poder da polícia mostram que o corretor oferecia açaí e moedas virtuais usadas na compra de jogos pela Internet para que crianças e adolescentes enviassem imagens íntimas a ele. Durante o cumprimento dos mandados de prisão, e de busca e apreensão, o corretor também foi em flagrante, uma vez que os agentes encontraram, em um computador, e no celular dele, mídias com conteúdo pornográfico de menores. Em depoimento, o corretor, que não teve o nome divulgado, confessou o delito.

Homicida e traficantes morrem em confrontos

Um integrante de uma facção criminosa, que segundo a Polícia Militar estaria executando rivais em Buriti Alegre, cidade distante 185 quilômetros de Goiânia, morreu após trocar tiros com equipes do 26º BPM, e da Companhia de Patrulhamento Tático (CPT). Com ele, os policiais apreenderam uma pistola importada, calibre Nove Milímetros, e um quilo de cocaína. Na GO-222, entre Nerópolis, e Anápolis, dois homens que levavam peças de maconha, porções de cocaína, e comprimidos de ecstasy dentro de um Fiat Agile roubado também perderam a vida após atirarem contra equipes da Rotam. Após o confronto, duas pistolas, uma calibre Nove Milímetros, e outra 380, foram apreendidas. Somente nos dois primeiros dias úteis desta semana, sete bandidos morreram, em seis ocorrências registradas pela PM.

Mais uma mulher é assaltada à luz do dia em Goiânia

Câmeras de segurança de uma residência registraram o momento em uma mulher foi assaltada por um criminoso no Jardim Atlântico, em Goiânia. A vítima ficou sem a bicicleta, mas o que mais chamou a atenção é que o crime foi praticado durante o dia, e em um momento em que outras pessoas também passavam pela rua. Como mostramos aqui ontem, no domingo, outra mulher também foi assaltada por um criminoso que estava em uma moto no Setor Baliza, que faz divisa com o Jardim Itaipu. Moradores de vários bairros de Goiânia pedem maior presença do policiamento preventivo, que é realizado pela Polícia Militar, mas também cobram a identificação e prisão desses criminosos por parte da Polícia Civil.

Comentários