Cotidiano

A partir de sexta-feira a cerveja irá ter aumento, confirma Ambev

O mês de outubro já começa com mais um reajuste de preço

diario da manha
Reprodução

A partir desta sexta-feira os consumidores poderão encontra as cervejas mais caras. O mês de outubro já começa com mais um aumento, a Ambev dona de marcas como Skol, Brahma, Stella Artois e Corona, informou que fará um reajuste nos preços das cervejas.

Depois dos aumento do gás de cozinha, gasolina, alimentos e luz, os consumidores podem ir se preparado para mais um aumento nas prateleiras dos mercados, bares e restaurantes. Desta vez é a cerveja que ficará mais cara. Em nota a Ambev informou que esse ajuste nos preços é feito periodicamente e que variam de acordo com as regiões, marca, canal de venda e embalagem. A empresa não informou de quanto será o reajuste.

A Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) disse que os clientes deverão observar um aumento de 10%. Segundo Paulo Solmucci, presidente da Abrasel, em São Paulo as cervejas devem ficar 10% mais caras, mas no Rio de Janeiro o aumento chegará a 7%.

“Há uma pressão muito grande dos custos, tanto para a Ambev, neste caso específico, quanto para os bares e restaurantes. O combustível, a energia, os insumos, entre outros, estão mais caros. Por isso, acredito que este reajuste chegará ao consumidor final imediatamente”, disse o presidente da Abrasel.

O aumento chega em um momento que mercado de bares e restaurantes tenta se recuperar do prejuízo financeiro causado pela pandemia.

*Com informações do Jornal Globo

Leia Também

Comentários