Cotidiano

Casal é preso suspeito de matar filha de 3 anos em Trindade

Mãe e padrasto da menina prestam depoimento neste momento. A criança chegou a ser socorrida por familiares, mas não resistiu aos ferimentos

diario da manha
Foto: TV Anhanguera

Um casal foi preso em flagrante na manhã de hoje, 14, suspeito de matar a filha de apenas 3 anos, em Trindade.

De acordo com as informações divulgadas até o momento, a mãe e o padrasto da menina, são os principais suspeitos do crime. Conforme publicado, a criança apresentava vários hematomas e fraturas pelo corpo.

A Delegada do caso Silvana Nunes disse a nossa equipe que a família já tem um histórico familiar de agressões, principalmente a mãe da criança que infelizmente veio à óbito.

“A mãe acabou confessando que sempre espancava esses meninos, que sempre batia para educá-los entre aspas”, comenta a delegada.

De acordo com Silvana, durante o depoimento a mulher informou que agrediu a filha com um soco no último domingo, 12, mas que apenas ontem, ou seja, na segunda-feira, 13, a criança foi levada para o hospital para receber atendimento médico.

A delegada informou ainda que o filho mais velho de seis anos também apresentava lesões pelo corpo, e que durante o depoimento a mãe quis culpar o filho pelas lesões no corpo da irmã, mas o que não era compatível com a gravidade das lesões apresentadas.

“O de seis anos também apresenta várias lesões, ela inicialmente quis culpar o filho dela de seis anos, dizendo que o menino que batia na menina. O que também claro que é incompatível com a gravidade e o grau de lesão, apenas uma força grande no corpo dessa menininha de três anos que poderia ter ocasionado essas lesões”, salienta.

Em relação ao padrasto, a responsável por investigar o caso, informou que no depoimento ele disse que não agredia as crianças, mas, tinha conhecimento da violência praticada pela mãe e não impedia a mulher de agredir os filhos.

De acordo com a delegada o casal vai responder por tortura com resultado morte.

Leia também:

Comentários