Cotidiano

DPE-GO pede a reabertura da Hospedagem Solidária em Goiânia

A manutenção do programa que disponibiliza diárias em hotel para possibilitar o isolamento de pessoas em vulnerabilidade social

diario da manha
Foto/Reprodução

Nesta sexta-feira (03) a Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), emitiu uma recomendação ao Município de Goiânia para a reabertura da Hospedagem Solidária até a decretação do fim da pandemia de Covid-19.

O documento protocolado juntamente com o Núcleo Especializado de Direitos Humanos (NUDH), em conjunto com o Ministério Público Estadual (MP-GO) e tem o prazo de dez dias para responder as questões.

A recomendação visa garantir a manutenção do programa que disponibiliza diárias em hotel para possibilitar o isolamento de pessoas em vulnerabilidade social, contaminadas ou não pela Covid-19, bem como para contribuir com as medidas sanitárias e de segurança definidas em razão da pandemia. A recomendação foi emitida após o recebimento de informações sobre a suspensão da Hospedagem Solidária.

O defensor público Philipe Arapian, coordenador do NUDH/DPE-GO, explicou. “Uma pessoa em situação de rua que testa positivo para a Covid não tem condições de se isolar, o que até então era possibilitado pelo programa. Ela não pode ir para a Casa de Acolhida, porque há o risco dela contaminar outras pessoas, mas também não é concedida qualquer alternativa. Ela não tem pra onde ir. Não há uma política de abrigamento, não há uma política de higiene… não tem onde tomar banho, lavar as mãos”.

A Secretaria de Estado da Saúde, apresenta recomendações sanitárias para os gestores municipais de saúde em virtude do aumento do número de casos e óbitos confirmados por consequência da pandemia de Covid-19.

Leia Também

Comentários