Cotidiano

Adolescente é agredido por funcionário em frente à loja, em Alto Paraíso

Funcionário disse que "perdeu a cabeça" e espancou o jovem, mas que se arrepende

diario da manha

Um adolescente de 16 anos foi agredido por um funcionário de uma loja em Alto Paraíso de Goiás, por estar parado em frente à mesma, o caso aconteceu nesta quarta-feira, 20. Segundo a Polícia Civil, o suspeito da agressão confessou o crime e que “perdeu a cabeça”.

A vítima, que foi até a delegacia denunciar o caso, disse aos policiais que apenas estava parado em frente à loja e que não fazia nada de errado. Porém, o funcionário do local brigou com ele, alegando que não queria que ninguém ficasse ali. Segundo o menor, logo após a discussão, o homem apareceu enfurecido com um pedaço de madeira e o agrediu.

Depois da denúncia, os agentes levaram o jovem ao Hospital Municipal, onde os médicos constataram que ele corria perigo de vida, pois as pauladas deixaram sua cabeça inchada. O jovem terá que passar por uma tomografia especializada.

Quanto ao agressor, a polícia foi até a loja onde ele trabalha o prendeu. No interrogatório, ele confessou o crime, mas que se arrependeu.

De acordo com a delegada Bárbara Buttini, o homem queria evitar a presença de alguém na loja que afugentasse os clientes, e que por isso o espancou.

“Ele alega que o menino xingou ele. Mas, o adolescente não estava fazendo nada, não estava alcoolizado, drogado, nada. Ele pediu, mas o menino não quis sair. Aí ele deu uma paulada na cabeça do menino”, explicou Bárbara.

Leia também

Comentários