Cotidiano

PRF alerta motoristas sobre condução em pista molhada

De acordo com a corporação, um dos maiores riscos para o motorista que dirige na chuva é a aquaplanagem, que acontece quando os pneus do carro perdem o contato com asfalto, por causa da água

diario da manha
Foto: Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) alerta os motoristas que redobrem a atenção e dirijam com cuidado em dias chuvosos. “Essa chuva que ocorre após longo período de seca tem a característica de “lavar” as impurezas que foram sendo depositadas no asfalto, tornando-o bastante escorregadio. Portanto, é imprescindível diminuir a velocidade do veículo e guardar distância de segurança adequada do veículo que segue à frente”, afirma.

De acordo com a corporação, um dos maiores riscos para o motorista que dirige na chuva é a aquaplanagem, que acontece quando os pneus do carro perdem o contato com asfalto, por causa da água. “Isso pode fazer com que o condutor perca o controle do veículo. Se o carro estiver aquaplanando não faça nenhum movimento brusco com o volante ou pedais de freio e acelerador. O mais importante é manter a calma até o carro sair da poça de água e recuperar a aderência”, explica.

Segundo a PRF, é importante destacar que a chuva é uma condição adversa, que diminui o atrito do pneu com o asfalto, diminui a visibilidade e por isso exige cuidados especiais dos motoristas. A precipitação, entretanto, não é uma causa de acidentes.

“O que causa acidente é dirigir em velocidade inadequada sob chuva. Dirigir sob chuva falando ao celular ou sem prestar atenção no trânsito. Dirigir sob chuva com pneus desgastados e ou sem dar espaço do veículo da frente. O comportamento inadequado é que o motorista deve evitar sob chuva”, ressalta.

Veja os comportamentos de risco que mais provocam acidentes na estrada no período chuvoso segundo a PRF:

  • Velocidade incompatível;
  • Trafegar muito próximo ao veículo da frente;
  • Não sinalizar com antecedência as mudanças de faixa;
  • Forçar ultrapassagens e desviar a atenção do trânsito, com o uso de telefone celular, por exemplo.

A PRF afirma que é imprescindível que todos os ocupantes do carro estejam com cinto de segurança e dispositivos de retenção para que, no caso de acidentes ou manobras repentinas, mantenham-se seguros.

“Além da atenção às regras de trânsito, os cuidados com o automóvel também são fundamentais e alguns itens são indispensáveis para uma viagem segura. É importante que se faça a conferência dos itens de segurança do veículo, calibrando os pneus e observando os sulcos dos pneus, checando o bom funcionamento dos limpadores de para-brisas e testando o funcionamento da iluminação como faróis, lanternas traseiras, setas, luzes de freio e ré’, destaca a corporação.

Em situação de chuva

Sob chuva ou com o asfalto molhado a velocidade deve ser reduzida, considerando que a água e o acúmulo de sujeira e óleo no asfalto tornam as pistas escorregadias, causando deslizamentos em casos de mudança de faixa e freadas bruscas. As poças d’água que se formam em alguns trechos das rodovias podem provocar a perda da direção do veículo e causar graves acidentes. O motorista deve aumentar a distância em relação ao veículo que trafega à sua frente, já que a visibilidade fica comprometida e a eficácia da frenagem reduzida.

PRF alerta motoristas sobre condução em pista molhada
Foto: Divulgação

“Outro cuidado importante é com os faróis, que devem estar sempre acesos. Em caso de chuva muito forte, o motorista deve procurar um lugar seguro e, assim que possível, parar o carro, mas nunca sobre a pista”, afirma a PRF. Veja alguns cuidados:

Antes de dirigir

• Verificar o estado dos pneus;
• Verificar o estado e funcionamento do limpador e lavador do para-brisa;
• Verificar o funcionamento de todas as luzes do veículo;
• Manter os pneus calibrados, pois quando estão descalibrados perdem aderência e aumentam as chances de aquaplanagem;

Enquanto dirige

• Reduzir a velocidade;
• Acender os faróis;
• Manter uma distância razoável do veículo que segue a frente e dos que transitam ao seu lado;
• Nunca pare sobre a pista e evite parar no acostamento.

Leia também:

Comentários