Cotidiano

Esquema ilícito para venda de carga de bebidas é descoberto em Goiás

Uma fabricante conhecida mundialmente chegou a ter prejuízos na casa de R$ 20 milhões/mês

diario da manha

Uma ação conjunta entre as forças policiais de Goiás e a Secretaria de Economia, acabou com um esquema que envolvia a venda de cargas de bebidas (refrigerantes e cervejas) em Goiás.

De acordo com as informações divulgadas pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), as cargas eram revendidas em cinco grandes distribuidoras na região metropolitana de Goiânia.

A PC informou que os empresários envolvidos no esquema tinham uma arquitetura sofisticada para a emissão de notas, em nomes de pessoas jurídicas de outras unidades da federação, e elas estavam todas em nome de laranjas, que eram responsáveis por esquentar as cargas desviadas.

Fabricante de bebidas teve prejuízo de R$ 20 milhões/mês

Conforme as informações divulgadas, o prejuízo para uma das fabricantes de bebidas conhecida mundialmente, foi na casa de R$ 20 milhões/mês. A polícia informou que os envolvidos foram identificados e vão ter a suas prisões decretadas, além disso os empresários que participaram do esquema vão ter o funcionamento de seus estabelecimentos suspensos.

Segundo os dados da polícia, os auditores da Secretaria da Economia, foram fundamentais na investigação, e autuaram todos os envolvidos no esquema. A polícia vai seguir com as investigações com o intuito de desmantelar a organização criminosa responsável pelo crime.

De acordo com a polícia os envolvidos vão responder por receptação qualificada, sonegação fiscal e organização criminosa. A ação contou com a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (DECAR), Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) e Secretaria da Economia de Goiás.

Leia também:

Comentários